Pelotas, no Rio Grande do Sul, e um Roteiro Imperdível


 Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil  

Porque amar Pelotas! - Por Caudalosa América

A estrada nos reserva muitas surpresas e por essas sutilezas do acaso viemos parar na cidade de Pelotas, localizada a 260 quilômetros de Porto Alegre. A passagem para quem vai ao Sul é uma opção, mas a parada é obrigatória! A cidade é uma capital regional, que respira um ar híbrido de cosmopolitismo com tranqüilidade interiorana.

Pelotas cresceu graças à atividade da charqueada, que alimentava o Brasil colonial e imperial com a carne que era cultivada, salgada e distribuída aos quatro cantos. Uma primeira dica é visitar o bairro das Charqueadas, onde o viajante visita construções do início do século XIX que preservam o mobiliário doméstico, o aparato da charqueada e um acervo de documentos antigos. A Charqueada São João recebe visitação turística e transporta o visitante para o passado, à época que o famoso botânico francês Saint-Hilaire passou por lá. Vale passar pelas outras estâncias: Charqueada Santa Rita, Boa Vista e Costa do Abolengo.

Arthur Chacon e Sophia Reis adicionou foto de Pelotas,Rio Grande do Sul,Brasil Foto 1

Bem de manhãzinha ver o sol nascer na Lagoa dos Patos, no bairro do Laranjal, é uma experiência única. A galera estica suas cadeiras de praia e fica mateando e conversando na praia, uma delícia. O bairro do Laranjal conta com vários bares, tendo uma vida noturna pulsante com shows de samba e música tradicional gaúcha nos finais de semana. O grupo de choro Regional Avendano é a trilha sonora recomendada!

Arthur Chacon e Sophia Reis adicionou foto de Pelotas,Rio Grande do Sul,Brasil Foto 2

O centro de Pelotas preservou um grande acervo de prédios neoclássicos, Art Déco e ecléticos, dando aquele ar nostálgico e charmoso. Na praça Coronel Pedro Osório o programa é esticar uma canga e tomar sol, sempre com o inseparável chimarrão. Se não tiver cuia, bomba e erva, não se aflija. Ali no mercado público tem algumas lojinhas tradicionalistas que vendem o que o forasteiro precisa pra se sentir em casa. Aproveite e curta um show ao vivo gratuito lá dentro às terças, tomando a clássica cerveja Polar.

Arthur Chacon e Sophia Reis adicionou foto de Pelotas,Rio Grande do Sul,Brasil Foto 3 

Dois lugares incríveis que almoçamos muito bem: o restaurante vegano Libre, que confecciona desde os pães de ervas feitos com leite de amêndoa até o hambúrguer de feijão com beringela, passando pelo muffin de chocolate e a torta de maçã. O Madre Mia é outra opção. O restaurante faz eventos abertos na praça ultra descolados. Banquinhas de antiguidades, camisetas estilizadas, cervejas artesanais e até barbearia compõe o final de tarde na rua que o restaurante ocupa.

No fim da tarde, caminhar pelo centro e conhecer alguns de seus prédios é um convite à vida na cidade de antigamente. Recomendamos dar um pulo na biblioteca pública, que fica lá de portas abertas. Depois tomar um café no Aquário’s, que está na sua esquina desde a década de 1930 servindo os fiéis clientes no seu balcão-monumento. O Aquário’s é desses lugares que se bebe café com saudade de um tempo que já passou, que respira a nostalgia típica dos prédios antigos pelotenses.

Arthur Chacon e Sophia Reis adicionou foto de Pelotas,Rio Grande do Sul,Brasil Foto 4

Vista da Biblioteca

Pra quem gosta de Futebol, é obrigatório ir a um jogo do Brasil de Pelotas, conhecidos como “xavantes” na cidade. O time popular tem uma torcida, ou melhor, a torcida tem um time que carrega o espetáculo ao som de sua bateria fervorosa. De lá se vai caminhando ao bar João Gilberto, com uma programação Cult underground incrível. Assistimos um show/performance/cover de Ney Matogrosso, na voz do artista Rodri Aliandro, que foi de cair o queixo. Pra finalizar e tomar a saideira, dê um pulo no Circolo’s e peça o X-Bebum, sanduíche com carne embebida em vinho. Uau!

Arthur Chacon e Sophia Reis adicionou foto de Pelotas,Rio Grande do Sul,Brasil Foto 5

Ah, e antes de seguir viagem, com dor no coração porque falta mil coisas pra se fazer ainda, não deixe de nadar no arroio Pelotas, pra lavar a alma e ficar com vontade de voltar outras vezes.

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Marlene Ragagnin

Marlene Ragagnin comentou 8 meses atrás

Se a viagem for no verão sugiro esticar um pouquinho e ir até a Praia do Cassino, uma praia suigeneris, considerada a maior Praia do mundo.


Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.