Passeios Culturais

Gostaria de saber a experiência de vocês em passeios culturais em cada destino que foram (peças de teatro, musicais, shows, circo, apresentações de dança etc)

*o que surpreendeu durante a apresentação?

*o que decepcionou?

*consegue fazer uma comparação entre um mesmo tipo de apresentação em dois destinos diferentes?

Eu adoro teatro e já vi vários em minha região (interior de SP), desde os com artistas locais quanto com atores mais conhecidos e adorei todos.
Quando estive em Orlando também vi algumas apresentações que me fizeram chorar e me emocionar como nunca.
Mais recentemente fui no musical Os Miseráveis e não tenho como descrever o quanto fiquei maravilhada com tudo o que vi ali... foi sensacional. Afirma, embora sem poder julgar legitimamente, que não fica devendo nada aos espetáculos da Broadway.
Agora estou me preparando para irão Circ du Soleil e estou com a expectativa altíssima.

E vocês? O que me contam?

Meu perfil de viagem: Aventureiro, Mochileiro, Natureza

Responda a dúvida de Rhode Tatiane

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

1 Resposta

Joao Vedovello

Joao Vedovello

respondeu 4 meses atrás

Olá Rhode, tudo bem?

Eu sempre procuro combinar algum tipo de atração histórica, cultural ou esportiva com as viagens... acredito que esta é a verdadeira forma de conhecer um outro local, independente de ser aqui no Brasil ou fora.

Em análise comparativa, vamos a alguns deles:

Esporte: Inglaterra, Portugal, USA, Argentina e Brasil. A diferença é gritante em termos de organização, respeito ao espaço e mobilidade. Em Portugal fui de metrô, Inglaterra de trem, Estados Unidos de carro, Argentina com uma excursão e Brasil por conta própria. Em Portugal foi o que me senti mais seguro, o da Inglaterra foi o mais ruidoso e etílico, Estados Unidos o mais organizado e lucrativo para os times, o da Argentina o mais cantado e o Brasil o menos organizado.

Teatro: Londres, USA e SP. Igualmente interessantes, igualmente bem organizados e com estruturas profissionais. A diferença pode ter sido o idioma, mas a integralidade das peças e o preparo das equipes são idênticos. Talvez a acomodação ou o estado de conservação dos teatros possa ter variado um pouco, mas nada que seja depreciativo.

Show: rock é uma paixão e já vi tanto fora do país como por aqui. Em ambos os casos a energia é universal. Novamente o acesso é o diferencial entre um e outro. A procura por ingressos é igualmente intensa. O número de camelôs revendendo ingressos é o que diferencia lá e aqui... até as camisetas que são vendidas pelas ruas você encontra tanto por aqui como por lá.

Museus: Vejo bons museus aqui no Brasil e lá fora, como Londres, Paris ou Lisboa... lá é mais comum você ver grupos escolares (da pré-escola até o ensino médio) realizarem excursões e aulas práticas dentro do museu. Aqui, por conta das distância e sabendo que nem toda cidade possui um museu bacana, estas atividades ficam mais restritas a algumas escolas e excursões. Lá é muito mais comum que aqui. O acesso a cultura por lá é algo diluido em qualquer extrato social, aqui ainda temos muito chão para percorrer.

Em resumo, eu acredito que o acesso existente aqui (seja físico ou social) é menor, mais precário e menos estimulado. Isso na Europa faz parte do cotidiano. 

Quando este ponto for equalizado, acredito que teremos uma sociedade mais igualitária, senão na parte financeira, pelo menos na parte cultural.

Abração!

Recomendamos para você:

Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.