Gisele Morales

 Transporte, Roteiro; Custos de viagem e Câmbio, Restaurantes, Passeios e Pontos Turísticos, Hospedagem, G   Chile, Argentina, Uruguai

dicas sobre mochilão nesses tres paises

OI pessoal, no meio do ano em meados de Julho pretendo fazer um mochilão de nu maximo 25 dias pelo Chile, Argentina e Uruguai. Queria umas dicas sobre:

1-Hosteis
2-Transportes para se locomover de um pais ou de estado que nao use avião
3-Comidas
4-Pontos Turisticos
5-Um valor base para eu poder ter uma noção do que vou gastar.

Obrigado pessoal

Meu perfil de viagem: Aventureiro, Mochileiro, Gastronômico, Festeiro, Fotógrafo, Romântico

Responda a dúvida de Gisele

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

2 Respostas

Alexandre Vitorino

MELHOR RESPOSTA

Alexandre Vitorino Fortaleza

respondeu 2 anos atrás

Olá!

Sugiro com base no que fiz de Uruguai, Argentina e Chile a divisao assim:


Uruguai:

3 dias em Montevideu
Cheguei de Fortaleza e fiquei no bairro Pocitos. Hotel After Montevideo e é excelente. Não posso te ajudar com hostel pois acho que pro casal o hotel com preço mediano compensa mais.

2 dias em Punta del Este -Pertinho, tem onibus direto, sem problemas... nao deixe de ir a Casapueblo . Fiquei no hostel F&F ( ), muito bom.

1 dia em Colonia del Sacramento - bem pequena e a poucas horas de Montevideu, da pra passar o dia la antes de pegar o buquebus para Buenos Aires.

3 dias em Buenos Aires - Da para conhecer o basico nesses tres dias. 

2 dias em Rosario - Fica a 4 horas de onibus de BA e é lindissima. 

2 dias em Cordoba - cidade universitaria. Belas igrejas e pracas. Fiquei no Hotel Savannah  

4 dias em Mendoza - na minha opiniao a melhor de todas. Fica a 8h de Rosario de onibus. Vinicolas, passeios de ecoaventura, muitos hostels e cidade lindissima. Fiquei no Quinta  

3 dias em Santiago - mais 6h de  viagem pelas cordilheiras. Va nas poltronas 1 e 2 e vislumbre a viagem mais bonita pelas paisagens dos Andes. Tem um bus de 9h que é perfeito. Fiquei em um apart.

Gastei em MÉDIA R$100 de hospedagem/dia e mais R$50/dia/pessoa entre passeios, alimentacao, entradas. Fiquei 20 dias com a esposa e o total foi de R$6,000 (fora passagens). Fiz Fortaleza-Montevideu (R$500) e Santiago-Fortaleza (R$500), alem das de onibus que sao precos compativeis com as do Brasil. Caro mesmo so o buquebus de Colonia a Buenos Aires (uns R$150...) 

Aproveite bem seu tempo e curta bastante. Qualquer coisa só perguntar.

Lugares mencionados
Maycon Willian

Maycon Willian Perdões

respondeu 2 anos atrás

Boa tarde Gisele.

Usei esta mesma resposta em uma pergunta passada e creio que vá te ajudar também, o tópico é muito interessante listando as dicas, vai ser muito útil, dá uma conferida:

1. Pesquise bastante antes de viajar: Tem vários sites e blogs com informações super úteis para viagens, com dicas que te ajudam a economizar. É legal também trocar uma ideia sobre o teu roteiro com alguém que já foi para o mesmo lugar, pra ver se tá bacana ou se é melhor mudar alguma coisa. Mas não pire muito em planejar demais, não adianta querer ir com tudo definido, porque mochilar é ter imprevistos! 

 2. Compare preços antes de comprar a passagem: Tem vários aplicativos e sites de comparação de preço que te ajudam a encontrar o melhor preço das passagens, como o Skyscanner e o Kaiak. Se você comprar com antecedência, normalmente consegue preços melhores. E se puder, use milhas, claro.

Use e abuse das cias aéreas low cost, como a RyanAir e EasyJet na Europa, ou a AirAsia na Asia –  mas fique atento ao limite de bagagem e ao valor cobrado pra despachar (sempre compensa pagar a taxa pra despachar com antecedência, pelo site da cia aérea low cost).

 3. Fique em Hostel: Essa é uma opção super bacana de hospedagem, e bem em conta. No Brasil tem muita gente que nunca se hospedou dessa forma, e não sabe o que está perdendo! Além de o preço ser menor do que o de hotéis, você ainda aproveita a oportunidade para conhecer gente – a maioria dos hostels têm uma área de convivência, onde você conversa com pessoas de vários países.

4. Experimente o CouchSurfing: Essa é uma outra opção super legal de hospedagem. No CouchSurfing se cadastram pessoas dispostas a oferecer sua casa (seu sofá!) para pessoas que procuram hospedagem na sua cidade. Você não paga nada pra se hospedar (isso mesmo, nadinha!) e ainda tem a ótima oportunidade de conviver com alguém local, que pode te mostrar a cidade e te dar dicas quentinhas do que fazer por lá. 

 5. Procure o melhor câmbio: Você pode fazer o câmbio pela moeda local em aeroportos ou rodoviárias, mas normalmente a taxa nesses locais é péssima. Troque só um pouco, o suficiente para as primeiras horas, e depois procurar uma casa de câmbio com uma taxa melhor, pra não perder dinheiro – porque ninguém merece desperdiçar grana assim!

6. Viaje durante a noite: Quando puder compre tua passagem de ônibus ou trem, para ir de uma cidade à outra, no período da noite – assim você economiza uma diária de hospedagem. Não é o mesmo que dormir numa cama, né, mas tá valendo!

7. Coma o Prato do Dia: Vários restaurantes oferecem no horário do almoço o Prato do Dia (um PF) – por um preço em conta você leva uma entrada, o prato principal, e, às vezes, até uma bebida e sobremesa! Sem dúvida é a melhor opção para não gastar muito na hora do rango.

Outra coisa: saia do eixo turístico – os restaurantes nos principais pontos turísticos sempre são mais caros do que os de regiões mais “normais”. Ah, e tem restaurantes/lanchonetes onde você paga mais barato se levar a comida do que se comer no local – é só aproveitar pra fazer um bom piquenique!

8. Compre em supermercados: Outro jeito de não gastar muito é comprar tua comida no supermercado e preparar você mesmo – vários hostels oferecem cozinha, onde cada um pode preparar o teu rango. Uma ótima saída pra economizar e pra comer uma comidinha caseira de vez em quando!

9. Abuse do transporte coletivo: Usar ônibus ou metrô é, com certeza, um jeito de gastar menos. Várias cidades têm um transporte coletivo bem organizado, fácil de usar. Em algumas compensa comprar um cartão que vale para várias passagens, o preço fica mais barato. Vale se informar também sobre o preço dos táxis onde você estiver, em alguns lugares eles são baratos e compensam (no Irã eles são barateza, por exemplo). E, claro, sempre que puder vá a pé ou de bike! Você consegue conhecer muito melhor os lugares por onde está passando!

10. Use Wi-Fi gratuito: Em vez de fechar um pacote de dados
com tua operadora para poder usar a internet durante a viagem, aproveite o wi-fi gratuito que vários lugares oferecem. Aí você também pode aproveitar para conversar com tua família e amigos via bate-papo do Skype, MSN ou Facebook, sem precisar gastar dinheiro com ligações internacionais.

11. Dica Bônus – Ganhe desconto nos ingressos pra atrações: pra que pagar preço integral se você pode ter um desconto, né! Você pode comprar entradas pra museus, passeios e atrações com desconto aqui no blog, e ainda evitar filas.

Fonte: http://www.mochilaotrips.com/10-dicas-viajar-gastando-pouco/

Abraços e boa viagem!

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Chile, Argentina, Uruguai,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.