Aline Ramos

Custo de Vida na Argentina Para Mochileiros

Vou para Buenos Aires entre novembro e dezembro de 2018, serei worldpackers, porém mesmo não tendo custo com hospedagem e refeições principais, algumas coisas terei que investir para explorar bem a Argentina.

Pretendo ficar pelo menos de duas a três semanas, quero ir em casas que tocam salsa, bachata e reggaeton, ver show de tango (não precisa ser no senor tango, pode ser numa casa mais simples mesmo rs), ir a barzinhos para tomar cerveja, conhecer baladas, o estádio do boca e tomar vinhos.

Alguém tem indicações de lugares bons e de preço justo para fazer essas coisas?

Sou mochileira galera, a grana é sempre curta rss

Meu perfil de viagem: Mochileiro, Gastronômico, Festeiro

Responda a dúvida de Aline

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

1 Resposta

Joao Vedovello

Joao Vedovello

respondeu 1 ano atrás

Olá Aline, tudo bem?

A primeira coisa a fazer quando chegar lá é providenciar um cartão de transporte, chamado Subte... com ele você entra e sai de metrô e ônibus, que tem uma área de cobertura muito boa e vale a pena demais!

Para facilitar, especialmente com o ônibus, procure por um guia chamado Guia-T... você compra esse guia nas bancas espalhadas pela cidade... até em sebos e estante virtual você deve encontrar algum destes guias de 2016, 2017... o meu é de 2006 e ainda uso com alguma moderação. Nele você vê o ponto em que está e o ponto que quer chegar... com isso, descobre o número da linha de ônibus que atende... é uma beleza!

Ande muito... caminhe muito... é a coisa mais legal para se fazer por lá... tênis confortável e perna bem treinada, não existe limite!

Para ir à Boca e ao estádio do Boca Jrs, te recomendo que faça isso umas 10h00 da manhã, mais ou menos, e retorne até umas 16h00... o bairro é bem portuário mesmo... não fique de bobeira depois deste horário, pois já ouvi alguns relatos de roubos, incômodos... fica um pouco perigoso mesmo.

Para curtir tango e outros ritmos, te recomendo um lugar chamado La Viruta... tem até site... é super bacana, neste restaurante, a cada dia da semana, um ritmo é o destaque... e você pode fazer aulas, independente de estar sozinha ou acompanhada, e independente do quanto você sabe deste ritmo também... é super barato, tanto a comida quando a aula. Existe um tempo de prática com os alunos e, depois, vira pista livre mesmo, para todos praticarem. É um lugar frequentando pelos argentinos, não é turístico... o que acho ótimo! Quando fui, não gastei U$ 10,00 de uma refeição completa e curti muito ver o pessoal dançar... qualquer um destes shows de tango "pega-turista" vão custar uns U$ 75,00 no mínimo... evite!

Outro lugar que adoro é o bairro de San Telmo... é bairro tradicional, cheio de barzinhos e pequenos restaurantes... comida boa... preço bom... e sem aquele inferno de turistas por todo lado. Aos domingos (ou sábados), tem uma feira livre que toma várias quadras do bairro... não perca por nada... tem de tudo.. de antiguidades a comida... de roupas a livros usados... é um mercado de pulgas dos mais tradicionais.

Fim de semana dá para visitar a Casa Rosada também, num passeio guiado... no site tem os horários e dias exatos... eu fiz este passeio (gratuito) e foi muito legal!

Outro lugar lindo e gratuito é o Museo de Bellas Artes... próximo da Floraris Generica e da Plaza Italia... museu lindo, obras de vários grandes nomes... e acesso livre.

Já deu para perceber que adoro aquele lugar, né? Espero que seu passeio seja espetacular!

Abraços.

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Buenos Aires, Buenos Aires (província),

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.