O que fazer em Serra Negra (SP)


  Serra Negra  3043 visualizações

Destino ideal para quem deseja relaxar em meio às montanhas, Serra Negra é uma cidade que respira a tranquilidade. Os hotéis e pousadas fazem questão de ressaltar isso em seus anúncios. E, viajante, pode ter certeza: não será propaganda enganosa.

DUBBI  adicionou foto de Serra Negra Foto 1

Apesar da calmaria, há também muito o que fazer em Serra Negra, como passeios por rotas de queijos e vinhos em sítios e fazendas. Confira a seguir as dicas que o Dubbi separou.

Teleférico
É muito difícil irmos a uma cidade com teleférico e não ficarmos com vontade de andar - mesmo quem tem medo de altura costuma enfrentá-lo. Além de proporcionar uma sensação diferente ao viajante, o teleférico leva a um morro que sempre conta com uma vista privilegiada. E em Serra Negra não é diferente.

DUBBI  adicionou foto de Serra Negra Foto 2

Do topo do Pico do Fonseca, a 1.000 metros de altura, tem-se uma imagem panorâmica de toda a cidade, principalmente no mirante, que rende boas fotos para suas redes sociais. No teleférico de Serra Negra um Cristo Redentor, de 18 metros, receberá o viajante de braços abertos - a curiosidade é sempre muito comentada entre os turistas. Há uma área de lazer por lá, com lanchonetes e lojinhas. O teleférico funciona todos os dias, das 9h às 18h. A subida e a descida duram cerca de 15 minutos.

Maria Fumaça
Outro passeio tradicional em Serra Negra é o trenzinho turístico, o famoso “Maria Fumaça". A duração é de cerca de 50 minutos e percorre oito quilômetros passando pelas principais atrações da cidade, com parada de dez minutos nas fontes medicinais Santo Agostinho e Santa Luzia. É um passeio sempre com muitas crianças, alegres como nunca. Horário de funcionamento: sábados, domingos e feriados, das 8h30 às 17h30.

Alto da Serra
O teleférico tem uma ótima vista, mas é superado, em questão de horizonte, pelo Alto da Serra, o maior pico de Serra Negra, de 1.310 metros de altura. A diferença entre os dois é que no Alto da Serra a visão é em 360 graus - sem contar que os 300 metros a mais permitem enxergar um horizonte ainda mais longe, abrangendo dez cidades. O pôr do sol será inesquecível, daqueles que os turistas chegam a aplaudir.  

DUBBI  adicionou foto de Serra Negra Foto 3

O Alto da Serra não fica longe do centro da cidade: apenas vinte minutos de carro por uma estradinha de terra que não é das melhores, mas não chega a ser necessário utilizar um veículo off-road. A entrada é livre, e lá em cima tem uma barraca que vende bebidas.

Hospedagem
Decidido tudo o que fazer em Serra Negra, hora de escolher onde ficar. São muitas opções, e o viajante Dennis Carlotti, de São Paulo, recomenda algumas. “Deem uma olhada no Hotel Cordilheira e no Serra Negra Palace Hotel, que é um dos mais famosos da região. Ambos de ótima qualidade, mas não são baratos. O Grand Hotel Biazi é ideal para uma viagem romântica, no entanto é ainda mais caro que os outros dois”, diz.

Já o viajante Paulo Lopes, também de São Paulo, tem uma indicação totalmente diferente: a Pousada Holística Makia. “ É impressionante como todo o estresse e cansaço acumulado da romaria cotidiana de São Paulo simplesmente desaparecem. Eu não sei se por causa do “Feng Shui” da pousada, com seus incensos e objetos místicos, pelo simples fato de sair da rotina massacrante, pelo ar do campo ou por tudo isso junto. Só sei que fiquei MUITO relaxado só de pisar lá”, conta.

DUBBI  adicionou foto de Serra Negra Foto 4

Turismo rural
Na lista do que fazer em Serra Negra, o turismo rural está sempre presente. São passeios em propriedades rurais abertas à visitação, onde monitores apresentam os processos de fabricação artesanal de diversos itens das prateleiras dos supermercados: queijos, iogurtes, vinhos, destilados e derivados da cana-de-açúcar (principalmente melado e rapadura), de produtos orgânicos e do café. Você não vai ficar só na vontade: em quase todos é possível fazer degustação, sem contar que as fazendas e sítios têm lojas para comprar os produtos, em geral a preços acessíveis.

Um dos mais procurados é o Sítio São Pedro, da família Silotto. Por lá, a fabricação artesanal é feita com uvas cultivadas na propriedade, em um parreiral mais do que centenário. O viajante que visitá-lo poderá levar para casa cachaças, grappa, vinagre de vinho, café moído, queijos, doces e mel. O Museu do Vinho e da Cachaça colabora e muito com a fama do sítio, pois mostra de maneira bem didática e precisa a história e curiosidades sobre as duas bebidas alcoolicas tão apreciadas pelos brasileiros.

DUBBI  adicionou foto de Serra Negra Foto 5

Já na Fazenda Vale do Ouro Verde, a bebida em destaque muda de cor. A dica por lá é fazer a visita monitorada para conhecer o processo de produção artesanal do café. Todos os passos são contados em detalhes: evolução nas formas de plantio, técnicas de colheita, preparação de grãos, torrefação, moagem. Também tem um Museu do Café (nada muito grande, porém), que reúne histórias, curiosidades, equipamentos e ferramentas de época.

Outro sítio interessante a se visitar é o Bom Retiro, de cenário idílico em meio às montanhas. Oferece vinhos de uva e laranja, e cachaças de vários tipos (branca, envelhecida, cachaça azul e destilada com flores de laranjeira), além de grappa, rum e conhaque. No local ainda se produz melado, rapadura, açúcar mascavo e mel.

E os sítios famosos ainda não acabaram. O Chapadão é conhecido em toda a região por produzir ótimos queijos locais, facilmente identificáveis pela marca "Queijos da Fazenda". O roteiro lá se inicia com a ordenha no curral e termina com a degustação de queijos frescal, ricota de leite e temperada, queijo meia cura e coalhada, dentre outros

DUBBI  adicionou foto de Serra Negra Foto 6

Quero Queijo
É impossível ler sobre o que fazer em Serra Negra e não se deparar com queijos. E a prova maior está em uma travessa da movimentada rua Coronel Pedro Penteado. O Quero Queijo tem mais de 50 tipos do produto, como meia-cura, coalho, requeijão de corte e frescal. A loja também vende biscoitos e doces caseiros.

Compras
Serra Negra também recebe muitos turistas por causa de seu agitado e diversificado comércio. As lojas começam na Praça Sesquicentenário (a mesma de onde parte o teleférico) e cruza boa parte da cidade com várias galerias e lojas. A venda varia de utensílios domésticos, malhas, bijuterias, roupas de couro e doces. E, com uma boa pesquisada, é possível encontrar valores acessíveis. 

Tem mais dicas do que fazer em Serra Negra? Deixe nos comentários e inspire viajantes. 



- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Serra Negra,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.