Minha primeira viagem internacional (sozinha)


  Lisboa, Porto, Londres, Oxford, Sintra, Cascais, Paris, Amsterdã, Haarlem, Barcelona, Madri, Toledo  3948 visualizações

Entre os dias 28/04/2017 e 29/05/2017 tive uma das melhores experiências da minha vida: minha primeira viagem internacional. Sozinha. Totalmente planejada por mim. Exatamente do meu jeito. E vou contar um pouquinho sobre como foi o deslocamento, a imigração, hospedagem e por onde passei. 

Os Lugares

Ô coisa mais difícil decidir quais lugares visitar e quantos dias ficar em cada um. Me baseei em algumas dicas na internet, dicas de amigos e no que eu sonhava em fazer. Ficou assim:

Lisboa: 2 dias (com bate-e-volta a Sintra e passeio de ônibus turístico em Cascais)

Porto: 2 dias (teria ficado um dia a mais tranquilamente)

Londres: 9 dias (sempre foi o meu maior sonho, mas poderia ter tirado 2 dias daqui para ficar mais tempo em Porto e Barcelona. Bate-e-volta a Oxford e ao estúdio do Harry Potter)

Paris: 4 dias (pra mim, foi tempo suficiente)

Amsterdã: 6 dias (com bate-e-volta a Haarlem e Zaanse Schans)

Barcelona: 2 dias (poderia ter ficado um dia a mais)

Madrid: 4 dias (com bate-e-volta a Toledo)

As Passagens e os Deslocamentos

Demorei um pouco para comprar minhas passagens, pois estava sem cartão de crédito. Comprei em janeiro para viajar no final de abril. Perdi algumas boas promoções por não ter como comprar antes. Minha ideia inicial era chegar por Portugal e voltar por Madrid (já tinha todos os hostels reservados e queria muito seguir a viagem da forma que eu planejei, então a ordem dos países já estava definida). Quando finalmente pude comprar as passagens, descobri que voar de Porto Alegre para Portugal estava muito mais caro do que eu havia imaginado. Então resolvi pesquisar ida e volta a partir de Madrid. Fiz algo que muita gente não recomenda: comprei as passagens separadas ao invés de comprar com escala, mas, com isso, consegui economizar quase R$1000.

Então comprei SP > Madrid e Madrid > RJ (LATAM). Depois comprei Porto Alegre > SP e RJ > Porto Alegre (LATAM). E depois Madrid > Lisboa (TAP), onde tudo começaria. Claro que cuidei os intervalos entre os voos, contando com atrasos e etc. Quase surtei (ok, eu surtei e muito) quando vi a notícia da greve geral do dia 28/04. Só pensava que eu ia perder o voo de Poa pra SP e, consequentemente, perder o de SP para Madrid... afinal eu havia comprado as passagens separadas e não tinha garantia de nada nesse caso. Mas tudo correu bem, a greve não atrapalhou absolutamente nada. Gastei cerca de R$3200 nestas passagens.

Quanto aos deslocamentos:

Lisboa > Porto: carona com a minha amiga

Porto > Londres: voo pela Tap

Londres > Paris: Eurostar

Paris > Amsterdã: Trem Thalys

Amsterdã > Barcelona: voo pela Vueling

Barcelona > Madrid: voo pela Air Europa

Deslocamentos entre cidades: trens e ônibus

A Imigração

Eu estava morrendo de medo da imigração em Madrid, pois todo mundo falava que eles eram meio "casca grossa" com os brasileiros. As únicas coisas que o moço me perguntou foram "Estás a turismo?", "Quantos dias tu vais ficar?" e "Por quais lugares tu vais passar?". E pronto, primeiro carimbo do passaporte.

Depois passei pela imigração de Londres. O moço me perguntou "Falas inglês fluente?" (’não, falo pouco, mas entendo bem’), "Quantos dias vai ficar em Londres?", "Quando e como tu vai embora? E para onde vai depois de Londres?" (neste momento falei que ia de Eurostar para Paris e perguntei se ele gostaria de ver o ticket do trem. Ele disse que "Sim". Abri minha pasta, ele olhou rapidamente e depois perguntou "Quanto tempo você levou planejando esta viagem?". Respondi que levei cerca de um ano, ele me olhou, sorriu, carimbou meu passaporte e disse "Aproveite Londres!").

Nos demais lugares, apenas passei por agentes de imigração sem nenhuma pergunta, somente checagem do passaporte.

A Hospedagem

Em Portugal fiquei hospedada na casa de uma amiga da família, fora isso, fiquei apenas em hostels. Todos reservados através do Booking, com cancelamento grátis até 24h antes e com pagamento direto no local.

Londres: Astor Victoria Hostel (cama em dormitório misto com 8 camas e banheiro privativo: £188 para 9 diárias). Hostel muito bom, cama confortável, chuveiro quente, boa localização, tinha um atendente que falava português e presam bastante pela integração dos hóspedes.

Paris: Perfect Hotel e Hostel (cama em dormitório feminino com 4 camas e banheiro compartilhado: €119 para 4 diárias). Não gostei muito desse hostel. O quarto era lindo, cama confortável, varanda com vista da cidade, porém só tinha um banheiro misto por andar e dois chuveiros. O café da manhã era incluso, porém servido pelos funcionários e não podia usar as áreas comuns após as 21h.

Amsterdã: Hans Brinker Hostel (cama em dormitório misto com 6 camas e banheiro privativo: €157 para 6 diárias). Hostel muito bom, com bar, restaurante, chuveiro quente e super bem localizado.

Barcelona: Diagonal House (cama em dormitório feminino com 8 camas e banheiro compartilhado: €40 para 2 diárias). Com certeza o pior de todos. Recepção apenas das 10h às 22h, locker minúsculo dentro do quarto (mal cabia uma mochila dentro), quarto sem chave, banheiro igual vestiário e também sem chave. Todas as fotos mostram quartos com varanda e vista da cidade (inclusive dizia isso na minha reserva) e minha vista era pra um enorme prédio cinza de concreto. O hostel é localizado no segundo andar de um prédio e o elevador não vai até ele.

Madrid: Ok Hostel Madrid (cama em dormitório misto com 6 camas e banheiro privativo: €98 para 4 diárias). Sem dúvidas, o melhor de todos. Cama muito confortável, tudo limpo e novinho, banheiro enorme, com banheira e chuveiro quente, espaço com cadeado onde cabiam duas malas. Atendentes incríveis, promovem muita integração entre os hóspedes. Possui janta com bebida liberada todas as noites e pub crawl com um funcionário muito animado.

Por hoje é isto.

Pretendo, em breve, fazer posts mais detalhados sobre roteiros e lugares (e com as fotos que eu ainda não baixei). Quem quiser ver as fotos (já postadas e as que continuo postando) dessa trip, segue lá no insta @_daniendler.

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Natasha Costa

Natasha Costa comentou 2 anos atrás

Conta mais!! E de gastos com passeios e comida, o que achou? Quais os países mais caros?

Dani Endler Sobieszczanski

Dani Endler Sobieszczanski comentou 2 anos atrás

Natasha, eu levei 50 euros/libras por dia, tirando a hospedagem. Consegui, com esse valor, comer, tomar cerveja, ir em algumas atrações e fazer umas comprinhas. Economizei muito em comida, comendo sanduíches ou comprando algo em mercados. Os lugares mais caros são Londres (transporte é caro, comida é mais ou menos e cerveja é barata, museus são de graça e igrejas são caras), Paris (comida é muito cara, entrada de tudo é cara e cerveja é um absurdo - vinho é mais barato) e Amsterdã (pra comer comida de verdade, é muito caro... só comi "porcaria" lá. As atrações também são relativamente caras). Já Portugal e Espanha é tudo muito mais barato ;)

Natasha Costa

Natasha Costa comentou 2 anos atrás

Entendi, Dani. Já é a terceira pessoa que gastou nessa faixa de preço. Farei uma viagem em Outubro, onde passarei por Londres e cidades próximas, Paris, Barcelona e Lisboa. Vou me guiar por essa faixa de preço, levando mais, pro caso de incluir nossos destinos no roteiro. rs

Dani Endler Sobieszczanski

Dani Endler Sobieszczanski comentou 2 anos atrás

Natasha, estive em todas essas cidades. Se precisar de mais ajuda, me manda um e-mail ;) [email protected]

Natasha Costa

Natasha Costa comentou 2 anos atrás

Bacana, Dani. Vamos conversando, sim! Você viajou pelo interior da Inglaterra? Cidades próximas a Londres. Quero gastar uma boa parte da viagem com isso.

Dani Endler Sobieszczanski

Dani Endler Sobieszczanski comentou 2 anos atrás

Eu fui apenas a Oxford e ao estúdio do Harry Potter em Leavesden.

Jéssica Monteiro

Jéssica Monteiro comentou 2 anos atrás

Gostei muito do seu roteiro, já não estou com medo mais da imigração :)

Dani Endler Sobieszczanski

Dani Endler Sobieszczanski comentou 2 anos atrás

Jéssica, o único cuidado é ter todos os documentos, o dinheiro (ou extratos que comprovem) e NUNCA mentir :)

Fernando Oliveira

Fernando Oliveira comentou 1 ano atrás

Olá Dani, Estou planejando uma viagem que incluirá muitos dos lugares que conheceu (Londres, Paris, Barcelona, Madri, Amsterdã) e ainda tenho algumas dúvidas, mas seu texto já me ajudou bastante. Obrigado!

Dani Endler Sobieszczanski

Dani Endler Sobieszczanski comentou 1 ano atrás

Fernando, se precisar de mais dicas, pode me mandar um e-mail ([email protected]) :)

Fernando Oliveira

Fernando Oliveira comentou 1 ano atrás

Dani, com certeza lhe enviarei. Valeu! ;)

Fábio Barros

Fábio Barros comentou 11 meses atrás

Sorri muito em: "Respondi que levei cerca de um ano, ele me olhou, sorriu, carimbou meu passaporte e disse "Aproveite Londres!").". Que bacana, Dani!!! Pretendo conhecer Portugal/Espanha/França, na pegada "+ barato e com qualidade". Sou de Salvador (BA), mas sairei de SAO (SP). O que sugere, Dani? Adorei ver sua atitude de viajar sozinha... Inspiradora... Hahaha. Abraços!

Sua viagem tão sonhada planejada por um Expert de viagem

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em planejar roteiros 100% personalizados e feitos sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e orçamento e recebe uma consultoria de um verdadeiro viajante profissional!

Veja opções de roteiros personalizados para Lisboa, Porto, Londres, Oxford, Sintra, Cascais, Paris, Amsterdã, Haarlem, Barcelona, Madri, Toledo,

PLANEJAR MINHA VIAGEM

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.