Entenda o novo imposto de 25% sobre o turismo e não entre em pânico


  Europa, América, Ásia, África, Oceania  2422 visualizações

ATUALIZAÇÃO: Em 02/03/2016, o governo revisou a medida e baixou a cobrança para 6%

Todo viajante deve ter sido pego de surpresa com o anúncio da Receita Federal de um novo imposto de 25% sobre o turismo no exterior. E como sempre acontece nessas situações a boataria se espalha mais rápido do que os esclarecimentos. E a seção “Fique Esperto” dessa semana deseja tirar todas as dúvidas dos viajantes Dubbi.

Muita gente achou que a cobrança, válida desde o dia 1º de janeiro de 2016, envolvia qualquer operação de uma viagem no exterior. Não, o tributo de 25% é referente somente ao dinheiro que é enviado a outro país.

DUBBI  adicionou foto de Europa,América,Ásia,África,Oceania Foto 1

Vamos ser práticos. Faz de conta que você está em um intercâmbio na Europa, a situação apertou e você pede uma grana para seus pais. Os dois têm coração bom e mandam R$ 1000. Desse valor, somente R$ 750 vai ficar para o viajante, os R$ 250 restantes serão do governo. No entanto, qualquer gasto que você faça lá com o dinheiro que chegou - um saque, por exemplo - continuará sendo cobrado os mesmos 0,38% de IOF (era só o que faltava, sair de um valor praticamente irrisório para essa taxa monstruosa). O cartão de crédito também se mantém com os mesmos 6,38% (é bastante, mas pelo menos já estamos habituados).

Os grandes afetados pela medida serão as agências de viagem brasileiras - e, consequentemente, quem adquire os pacotes internacionais delas. Como funciona a operação dessas empresas? Elas encaminham previamente os recursos do pacote que oferecem por meio de uma remessa internacional, para pagar os fornecedores de hospedagem e passeios. E em cada uma dessa remessa será debitado o imposto de 25%, por isso as agências serão fortemente atingidas por esse novo cenário. Tanto que estão tentando um acordo com o governo para baixar a alíquota para cerca de 6%.

E por que o governo adotou essa cobrança? Como sabemos, a economia brasileira anda cambaleante nos últimos tempos e qualquer injeção de dinheiro ajuda nos cofres públicos. A cobrança, na realidade, já existia, mas não estava em prática para estimular o setor de turismo. Porém, em épocas de vacas magras, resolveu cortar o benefício.   

DUBBI  adicionou foto de Europa,América,Ásia,África,Oceania Foto 2

Foto: Divulgação/Shutterstock

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Cassio Coelho

Cassio Coelho comentou 2 anos atrás

Vale à pena ressaltar que esse valor será retido na fonte e poderá ser restituído após Declaração de Ajuste Anual, à luz da legislação tributária. Todos que têm retenção de IR devem fazê-la e caso se enquadrem nos requisitos terão o valor restituído. Ótimo tópico!

Já imaginou fazer uma viagem 100% personalizada e feita sob medida para você?!

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em criar roteiros 100% personalizados e sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e interesses e recebe uma consultoria grátis de um Especialista de viagens. Após fazer o orçamento, basta realizar o pagamento que o Instaviagem organiza toda a sua viagem do começo ao fim!

>> Veja opções de pacotes de viagem 100% personalizados para Europa
>> Veja opções de pacotes de viagem 100% personalizados para América
>> Veja opções de pacotes de viagem 100% personalizados para Ásia
>> Veja opções de pacotes de viagem 100% personalizados para África
>> Veja opções de pacotes de viagem 100% personalizados para Oceania

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.