Como usar os sentidos e aumentar as memórias de viagem


  Europa, América, África, Ásia, Oceania  2545 visualizações

Você já imaginou como seria difícil fazer uma viagem para o lugar dos seus sonhos e não poder tirar fotos de lá?

Claro que não é a fotografia que faz a viagem, pois registrar um momento sem desfrutar dele, não faz sentido. Mas desfrutar de um momento sem poder registrá-lo parece um tanto cruel pelo seguinte motivo: ninguém gosta de perder boas memórias e as fotografias trazem à tona as nossas lembranças.

Mas o que ainda é pouco notado por muitos viajantes é que além das fotografias, dos vídeos e da escrita, existem outras formas de se registrar momentos para acessá-los no futuro. Na verdade, quase sempre nos concentramos somente na nossa memória visual e esquecemos que todos os nossos sentidos são capazes de formar memórias de um jeito bem particular.

Você já deve ter sentido algum perfume, escutado alguma música ou experimentado alguma comida que tenha feito você lembrar de alguém, não? Isso acontece porque o paladar, a audição e o olfato, assim como a visão, também podem nos trazer lembranças de pessoas, lugares, épocas do ano e, até mesmo, fases da vida.

Vinicyus Vieira adicionou foto de Europa,América,África,Ásia,Oceania Foto 1

Sentidos  (Imagem de João Loureiro, CC)

Porém, quase sempre nossas memórias não visuais são formadas sem a gente perceber, mas saiba que durante uma viagem você pode escolher ganchos, que como a fotografia, vão te ajudar a criar memórias. Aliás, souvenir significa lembrança e você não precisa comprar suas lembranças, você pode,  simplesmente, criá-las. Então, aqui vão algumas formas de como usar os sentidos a fim de criar e aumentar suas memórias de viagem:

Audição

Quando viajar para um destino novo, escute algo novo. Escute  músicas de algum cantor(a) ou banda que já ouviu falar mas que nunca tenha parado para escutar.

O que vai acontecer é que depois de anos, se você escutar as mesmas músicas novamente, o seu cérebro vai trazer à tona o que você estava fazendo e onde estava quando escutou aquela(s) música(s) pela primeira vez. Todas as vezes que vivenciamos uma experiência nova, nossos sentidos ficam mais aguçados e trabalham como antenas que captam o cenário e ajudam nosso cérebro a registrar a nova experiência em seu banco de dados. A primeira vez a gente nunca esquece, justamente porque nossos sentidos estão simultaneamente trabalhando a todo vapor quando vivenciamos algo novo. 

Olfato

Use durante sua viagem algo que tenha um perfume novo para você e pare de usar esse perfume assim que sua viagem terminar - pode ser um shampoo novo, um desodorante, um sabonete ou até mesmo um gel de cabelo. E sem que você note, seu cérebro vai associar esse novo perfume a seus dias de viagem. 

E, como no caso da fotografia e da música, todas as vezes que você sentir novamente esse mesmo cheiro de sabonete, shampoo ou perfume, o campo da memória olfativa vai ser acionado e te fará reviver algumas das sensações da viagem feita. 

Paladar

Também durante sua viagem, coma algo que você não esteja habituado e experimente temperos e bebidas do lugar que você está conhecendo. Caso você goste de cozinhar, além de provar a comida local, tente anotar a receita para saber reproduzir aquilo no futuro e acionar a memória sensorial que seu paladar guardou.

Imagine então, que além da fotografia você pode usar também músicas, perfumes, comidas e bebidas como ganchos para recordar experiências. E o mais interessante, é que essas memórias podem ser criadas de forma consciente e acionadas ao mesmo tempo de forma planejada. 

Muitas vezes, ao rever uma fotografia que tirei numa viagem, escuto também a música que estava ouvindo no momento da foto, como o que estava comendo na hora da foto e cheiro o shampoo/perfume que estava usando durante a viagem - eu sei que é esquisito, mas eu tenho mesmo alguns shampoos guardados como souvenir de viagem. E embora seja aparentemente estranho fazer todas essas coisas juntas, a sensação de acionar 4 memórias ao mesmo tempo em vez de uma só é  quase a mesma de estar de volta ao lugar visitado ... e digo quase porque para estar, de fato, no lugar recordado falta só o quinto sentido ... o tato.

*

*
Conheça o VIAGEMGRAFIA - Curiosidades do mundo, fotografias e cultura para viajantes.

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Priscila Mattos

Priscila Mattos comentou 1 ano atrás

Muito bom Vini!!!!

Vinicyus Vieira

Vinicyus Vieira comentou 1 ano atrás

Muito obrigado, Pri :)

Fernando Ceron

Fernando Ceron comentou 1 ano atrás

Brow vc é um genio!!!!

Martha Sousa

Martha Sousa comentou 1 ano atrás

Sensacional Vini....com certeza tentarei aplicar esta prática nas minhas próximas viagens. Eu já tenho uma memória sensorial bem aguçada, mas nunca fiz isso de forma intencional. Será divertido. Obrigada por nos inspirar!!!

Dennis Carlotti

Dennis Carlotti comentou 1 ano atrás

Mesmo depois de escutar você falar no encontro, ler seu texto ainda me fez parar para pensar novamente em tudo isso. Com certeza MUITA gente vai por em prática e além das viagens, vão lembrar de você que nos deu essas ideias tão significativas. Mandou muito, você é fera.. um abraço Vineco!

Vinicyus Vieira

Vinicyus Vieira comentou 1 ano atrás

Agradeço as palavras, vocês são muito gentis. Mas fico mais feliz por ver que o texto foi útil de alguma forma. Um grande abraço a todos vocês :)

Natasha Eisengrein

Natasha Eisengrein comentou 1 ano atrás

Simplesmente fantástico!!!! Parabéns!!

Lou Mariano

Lou Mariano comentou 1 ano atrás

Vou por em prática o uso das 4 memórias já na próxima viagem!!

rute noguchi

rute noguchi comentou 1 ano atrás

Vinicyus, parabéns pela sua sensibilidade e, principalmente, por nos transmitir a sua forma outra de ver o mundo. E, nossa! Fiquei apaixonada pelas fotos do site.

Rosana Oliveira

Rosana Oliveira comentou 1 ano atrás

muito bom!!! realmente nada melhor do que olhar uma foto e sentir td isso de novo....ja fiz isso, é fantastico...

Jeannie Klein

Jeannie Klein comentou 1 ano atrás

Lindo texto! Me identifiquei!! Depois de ler comecei a pensar que venho usando meus sentidos em minhas viagens despropositadamente. Por exemplo, Paris para mim tem cheiro de açucar. Tenho guardado um lipbalm que comprei em Montreal só para cheira-lo e recordar da minha experiência por lá. Do Atacama tenho e lembrança do toque da areia na pele. Orlando o som das risadas constantes. Dora as milhares de imagens que estão salvas no HD que está dentro da minha cabeça. Enfim, estou muito grata por vc me fazer enquadrar neste universo dos sentidos pelo mundo!!

Rozane Andrades

Rozane Andrades comentou 1 ano atrás

Show!!!

Suely Leal

Suely Leal comentou 1 ano atrás

Adorei! Na próxima vou colocar em prática! ????????????

Já imaginou fazer uma viagem 100% personalizada e feita sob medida para você?!

O Instaviagem.com é uma agência online especializada em criar roteiros 100% personalizados e sob medida para cada viajante. Você preenche um questionário informando todas as suas preferências e interesses e recebe uma consultoria grátis de um Especialista de viagens. Após fazer o orçamento, basta realizar o pagamento que o Instaviagem organiza toda a sua viagem do começo ao fim!

>> Veja opções de pacotes de viagem 100% personalizados para Europa
>> Veja opções de pacotes de viagem 100% personalizados para América
>> Veja opções de pacotes de viagem 100% personalizados para África
>> Veja opções de pacotes de viagem 100% personalizados para Ásia
>> Veja opções de pacotes de viagem 100% personalizados para Oceania

Recomendamos para você:

Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para que pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.