Qual a melhor moeda para Argentina, Chile e Bolivia?

Salve galera tudo blza?

Agora no final de março farei uma viagem de kombi até a Ushuaia e depois Chile e Bolivia, gostaria de saber qual a melhor moeda para se levar?

Li alguns relatos sobre a taxa de conversão dos pesos argentinos e chilenos que não valem a pena usar cartão de crédito porque o valor da conversão não é o mesmo praticado no cambio normal.

Por exemplo, hoje o real está cotado em 4 pesos argentino mas li um relato de uma pessoa que disse que se pagar ou fizer um saque no cartão de crédito a taxa de conversão cai quase pela metade, cerca de 2,80 pesos.

Será que é melhor levar somente dinheiro em espécie?

Meu perfil de viagem: Aventureiro, Mochileiro

Responda a dúvida de jefferson

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

5 Respostas

Ordenado por:
Lia Nishizawa

MELHOR RESPOSTA

Lia Nishizawa Brasília

respondeu 9 meses atrás

Jefferson,

Na Argentina se troca facilmente reais. Em Buenos Aires, na Calle Florida, é possível fazer esse câmbio no meio da rua. E o valor que eles pagam é bem superior à cotação oficial.

Nos três países que você irá passar é muito fácil trocar dólares para a moeda local.

Para ver o que compensa é preciso fazer as seguintes reflexões:

- se vc levar dólares, vai pagar 0,38% de IOF, porém irá ter que fazer mais uma conversão (real - dólar - moeda local)

- se sacar do cartão de débito, irá pagar 6,38% de IOF, mas irá sacar o dinheiro já na moeda local. E a taxa de câmbio do cartao é mais baixa que a taxa de câmbio para compra em espécie.

- sacar no cartão de crédito é semelhante ao cartão de débito, porém em alguns bancos há juros sobre o valor retirado.

Dennis Carlotti

Dennis Carlotti São Paulo

respondeu 8 meses atrás

Boa tarde Jefferson,

Sem dúvida leve dinheiro para trocar nos países, muito melhor que usar o cartão. Deixe o cartão para algum imprevisto..

Faça as contas, tendo a base das moedas locais referentes ao real, e referentes ao dólar.. se você for trocar real por dólar, e dólar pelas moedas locais, as vezes da no mesmo que trocar real pelas moedas locais..

Se não, leve dólares, e troque facilmente nas ruas das cidades, onde você consegue uma variação maior do câmbio, sair ganhando, mas lembre-se que alguns lugares não trocam reais facilmente da mesma forma que trocam dólares..

Pesquise bem, mas nestes países existem milhares de casas de câmbio nas ruas e que você consegue aproveitar e tirar uma gordura boa para o dinheiro local.

Boa viagem =)

Mitsuru Tanabe

Mitsuru Tanabe Brasília

respondeu 8 meses atrás

Dólar com certeza... consegue melhor cotação do que o real, principalmente na Bolívia, que não consegue trocar real em todo lugar...

Milena Issler

Milena Issler São Paulo

respondeu 8 meses atrás

Oi Jeferson, leve dinheiro em espécie e vá fazendo câmbio conforne precisa, é fácil achar casas de câmbio em todas as cidades que você vai passar pois são bem turísticas. Aconselho levar dólares e não reais pois você vai conseguir uma cotação melhor. Na Argentina, o mercado paralelo costuma ser melhor que o oficial, você troca na rua ou nos hoteis, tem que sair perguntando. Não sei se agora com a situação econômica Argentina se isso mudou, mas era fácil e consegu trocar 1 dolar por 9 ou 12 pesos em 2013/14.

Como você vai pela estrada saia com um pouco de pesos argentinos e chilenos já no bolso, o suficiente para pagar pedágios e ao menos uma noite de hotel/comida/combustível. Depois você vai trocando aos poucos. O cartão de crédito realmente não oferece uma boa cotação e vai ter cobrar 6,38% de IOF contra 0,38% do papel moeda. Leve o cartão de crédito somente para alguma emergência, pode acontecer de você ficar sem dinheiro e ser sábado, domingo ou feriado e você não consegue mais trocar! Pior ainda é ter que abastecer e não ter a grana na mão!

É isso, boa viagem!

Bebel Dauer

Bebel Dauer São Bernardo do Campo

respondeu 8 meses atrás

Jefferson,

Já estive no Chile e na Argentina. Neste último mais recentemente.

Troquei dinheiro no aeroporto mas, não foi um bom negócio. A taxa na ocasião não compensou. Acabei por sacar com meu cartão de débito, em moeda local, o que pareceu ser menos dispendioso e mais tranquilo do que que ficar circulando com dinheiro. Eu sacava o que precisava para o dia.

Eventualmente, em alguma coisa um pouco mais cara eu apelava para o cartão de crédito.

Responda a dúvida de jefferson

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.