Vitor Boccio

 Aventura   Japão

O que não fazer no Japão ?

O que não devo fazer no Japão ? Sei q eles não gostam de gorjetas. O que mais não devo fazer ? Posso sentar numa praça e tomar cerveja tranquilamente ? Se eu não falar um japones entendivel vão ficar bravos ?

Meu perfil de viagem: Aventureiro, Mochileiro

Responda a dúvida de Vitor

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

8 Respostas

Ordenado por:
Mauro Takeda

MELHOR RESPOSTA

Mauro Takeda Londrina

respondeu 1 ano atrás

Vitor, tudo bem?

Ao entrar nas casas e alguns estabelecimentos/restaurantes lembre-se sempre de tirar os sapatos. Como você citou, lá não aceitam gorjetas.

Assim como o Leonardo falou de fumar andando, eles geralmente também não comem ou bebem algo enquanto andam. Preferem dar uma pausa para comer com calma, é algo cultural de respeito a comida.

Algo bem comum por lá que não é agradável aqui no Brasil é fazer aquele barulho de sugar o macarrão e caldinho do udon/lamen rsrs

Acho que você já deve ter visto na tv que muitas pessoas usam aquelas mascaras cirúrgicas nas ruas, pois culturalmente são muito preocupados com essa questão de doenças e tal, além de ser um país muito populoso com grandes aglomerações. Então, evite ficar espirrando, tossindo exageradamente rsrs.

Uma última coisa que na verdade é mais uma curiosidade é que o número 4 é um número de azar, pois a sua pronúncia (shi) é a mesma da palavra morte. Então você vai ver que eles evitam usar esse número até em andares, números de cadeira, etc.

De resto, não esquenta não e aproveite muito! O mundo oriental é fantástico e surpreendente!

Abs!

Leo Onishi

Leo Onishi

respondeu 1 ano atrás

Fala ae Vitor!

Acredito que você vá visitar mais cidades grandes, onde o fluxo de turista é alto. Então os japoneses que vivem nessas cidades são mais tranquilos com relação aos costumes do pessoal do ocidente.

Sentar numa praça e tomar uma cerveja é tranquilo, ninguém vai te olhar torto por isso.
Se você não falar japonês muito bem, na maioria dos casos eles fazem um esforço pra tentar entender usando gestos.
Na parte de lixo, eles são bem organizados e meio chatos. Quando for jogar alguma coisa, tente sempre jogar no cesto certo. 
Em alguns lugares eles não gostam que fumem andando na rua e nesses casos há lugares específicos para isso.

Se eu lembrar de mais alguma coisa te falo depois!

abraços!

Pri Fujihara

Pri Fujihara Brasil

respondeu 9 meses atrás

Vitor, a cultura japonesa é muito rica e ao mesmo tempo com alguns costumes que são bem rigorosos. Tudo é aprendizado e com o tempo nos acostumamos e sentimos falta! 

Fora o que já foi citado, jogar lixo fora das lixeiras é falta grave, além de todos os lixos serem bem separados para reciclagem. Realmente, fumar andando é proibido e há multa...muitos lugares possuem um smoke point no meio das ruas para isso. 

A cordialidade é essencial, você notará ao entrar em qualquer estabelecimento e ser recebido com um "irashaimase" de todos os funcionários. Quanto à língua, em cidades grandes como Tokyo que tem uma incidência muito grande de turistas, não saber falar japonês não é um grande obstáculo, por mais que o inglês deles seja bem diferente do que entendemos. Você encontrará mais dificuldade se for para as cidades menores..mas nada que um guia com principais palavras e expressões não ajude! 

Dê uma olhadinha no meu blog, lá eu cito algumas dicas que espero que possam te ajudar! 

www.orientandosepelomundo.com.br 

Michele Dias

Michele Dias São Paulo

respondeu 1 ano atrás

Olá Vitor!

Fora o que já foi citado, há um costume por lá, que foi bem chocante para mim, que é o de não ceder lugar no transporte para idosos (de volta ao Brasil minha amiga me explicou o porquê). Isso pode deixá-los bem ofendidos. Se você oferecer o assento talvez eles até aceitem por você ser estrangeiro, mas aconteceu de eu oferecer lugar para uma senhora e ela não aceitar.

rute noguchi

rute noguchi campo grande

respondeu 5 meses atrás

Oi, Vitor,

Estive duas vezes no Japão, e mesmo sendo descendente e mantendo algumas tradições japonesas, cometi vários deslizes por lá. Por isso, se pretende ir achei legal que procure saber algumas 'regrinhas'. Além das já ditas, acrescento:

- em escada rolante, mantenha-se sempre de um lado para que os apressados possam passar. O lado depende da cidade, por isso observe as outras pessoas.

- não faça barulho em transportes coletivos (rindo ou falando alto). Você verá muita gente cochilando nos metrôs ou com fone de ouvido ao celular, que é uma forma de não incomodar quem está ao lado.

- não espete os alimentos com os palitos - hashi, e nem na tigela de arroz.

- se for a algum banho tradicional (onsen ou ofurô), lave-se por fora antes de entrar na água. E não esvazie o ofurô depois de tomar seu banho.

- não brinde com o nosso tradicional 'tim-tim', pois essa palavra se refere ao órgão genital.

- não coloque shoyu em excesso no pratinho do sashimi, pois eles são econômicos.

- evite deixar resto de comida no prato; eles comem até o último grão de arroz.

Ah, em relação aos idosos em transportes coletivos, há lugares específicos para idosos, gestantes, mães com crianças pequenas e deficientes físicos. Se não houver mais lugar e você quiser ceder o seu, acho delicado de sua parte, mesmo que a princípio não aceitem, pois podem achar que não precisam ainda dessa gentileza. Mas, o que importa é a sua intensão e você se sentir bem consigo mesmo.

Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo)

Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo) Salvador

respondeu 7 meses atrás

Oi Vitor...

os outros viajantes já citaram os mais importantes talvez: 

- o lixo: você é responsável por seu lixo, então se não encontrar nenhum lugar para jogar, coloque no bolso até poder descarta-lo;

- a conta é paga geralmente no caixa, então não fique esperando pela conta. Ao finalizar a refeição, pegue sua conta, que já estará disponível na mesa, e dirija-se ao caixa;

- peça tudo o que você quiser, comida e bebida, de uma vez. Eles não gostam ficar indo e vindo. Não coma muito lentamente como fazemos no brasil, especialmente em cidades grandes como Tokyo, e principalmente na hora do almoço pois tem muita gente com horário apertado e pouco espaço disponível;

- nunca, jamais, toque em alguém. Peguei engarrafamento de gente nas calçadas, mas eles mantem uma distância segura uns dos outros;

- se for fumante não saia caminhando pelas ruas; há lugares específicos, marcados no chão, onde os fumantes se aglomeram;

- não vi ninguém caminhando e comendo pelas ruas; geralmente eles fazem isso dentro dos estabelecimentos. Não vi também ninguém bebendo cerveja nos parques; 

- nunca jamais ofereça seu lugar a um idoso: seja no metrô ou na fila de um estebelecimento. Eles se ofendem. Não há filas preferenciais. 

- é raro ter guardanapos nos restaurantes. mais comum é a toalhinha quente. garfo e faca não encontrei em nenhum lugar, apenas hashi e colher;

- a maioria das pessoas não fala inglês e quando fala a pronúncia é péssima. os nossos gestos não são os mesmos, mas os japoneses tentam nos ajudar de todas as formas possíveis;

- se andar de ônibus em kioto, que são lotados, na saida tem que apresentar o bilhete; tenha -o em maos para não atrapalhar o fluxo;

- gorgetas como você citou, nunca;

Acho que em linhas gerais, é isso. 

Aproveite o Japão que é um país irado para se visitar.

Ana

Eduardo Cidade

Eduardo Cidade

respondeu 5 meses atrás

Em toda a Ásia os pés são considerados impuros, a parte do corpo mais suja tanto física quanto espiritualmente. Se for visitar templos budistas, não sente de pernas cruzadas ou em qualquer posição que faça seus pés apontarem para a imagem do Buda ou o monge. Ao invés, sente-se na posição de "sereia", com os pés para trás. O mesmo na hora de comer em restaurantes mais tradiconais, no tatame. 

Por outro lado, a cabeça é a parte mais sagrada. Não toque na cabeça de ninguém, nem mesmo de crianças para acariciar :D 

+ Outras respostas

Responda a dúvida de Vitor

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.