Roni Nowak

 Mochilão   América, Ásia, África, Oceania, Europa

O que fazer da vida?

Hoje em dia muito se fala sobre viagens de auto-conhecimento, ano sabáticos e viagens com propósito. Quero tentar responder perguntas do tipo: O que fazer da vida? Qual o sentido da vida? Qual a minha função na sociedade? Vocês já fizeram alguma viagem do tipo? Se sim, quais lugares me indicam? Valeu!!

Meu perfil de viagem: Aventureiro, Mochileiro

Responda a dúvida de Roni

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

8 Respostas

Ordenado por:
Patricia Rodrigues

MELHOR RESPOSTA

Patricia Rodrigues Canoas

respondeu 8 meses atrás

Roni, 

Tenho 32 anos e esse ano está sendo uma fase de muitas mudanças na minha vida. Terminei a faculdade, terminei um casamento de 11 anos, e estou desempregada. Poderia estar me lamentando, perdendo meu tempo com livros de auto-estima e gastando dinheiro com psiquiatra e medicação.

Contudo estou dedicando esse periodo para olhar pra dentro e encontrar aquilo que faz meus olhos brilharem, e isso me faz ver que cair na estrada e conhecer lugares, pessoas, culturas e gastronomias são minha paixão. 

Assim estou iniciando esse "ano sabático" vou cair na estrada pra conhecer países do Mercosul, durante 4 meses. Para os proximos anos  Dublin e depois Tailandia.

Encontre dentro de você qual viagem faz seus olhos brilharem e siga seu instinto. Feche os ouvidos pro mundo e ouça a voz do coração.

Abraços

Dennis Carlotti

Dennis Carlotti São Paulo

respondeu 8 meses atrás

Bom dia Roni,

Tailândia, Indonésia, Índia, Jerusalém (como citado pelo Fernando) são ótimas opções.. 

Só não se esqueça de alguns detalhes importantes como “Seja a mudança que você quer ver no mundo.”.. Porque não adianta sair para o mundo achando que ele vai mudar o que está dentro de você, você só precisa as vezes de tranquilidade, e reflexão pra achar as respostas que você mesmo já tem..

Na verdade qualquer lugar em paz, ligado a natureza e sem acesso a vida diária que leva, ja te ajudará.. Amazonia, camping na Chapada dos Veadeiros, ou um retiro espiritual, além de yoga.. são ótimos para que você consiga achar as respostas do que você procura..

Além disso existem cursos como DL, onde você passa um final de semana em um retiro, com diversas atividades de reflexão e superação, e que te fazem aprender muito mais sobre você.. se quiser dar uma olhada, segue o link, lembrando que este é apenas um dos tipos de curso, e de empresa:

http://www.inexh.com.br/novo/html/aguia.htm

Boa sorte =)

 

Fernando Ceron

Fernando Ceron São Paulo

respondeu 8 meses atrás

Roni,

A busca do EU interior é a selva humana.

Achar no meio de tudo, o Todo.

Lugares especifico, me lembrou o Caminho de Compostela, Jerusalem, India, seriam exemplos classicos.

Outros pontos, seriam lugares onde poderia meditar e estar com a natureza, como Trilhas nas Chapadas (seja ela qual for), Itatiaia, por exemplo.

Cidades com hoteis que façam tratamento espirituais energeticos, como cromoterapia, alinhamento de chakras, yoga, raiki, pedras quentes, reflexologia, aliados com ambientes isolados e com muita natureza e alimentação especifica.

Muito valido é seu espirito de soltar da modernidade, e fazer introspecção em si. Talvez, pesquisar sobre centros holisticos, seja um começo pra voce achar o melhor destino pra sua busca interior, ver os tipos de tratamentos oferecidos, ler sobre o qual te chama atenção. Assim, vai se interagindo o esoterismo.

Mas lembre-se, sempre tenha em mente o que voce gosta e confie na sua intuição, principalmente ao novo.

Abçs

Fernando

Beto Jurubehba

Beto Jurubehba Belo Horizonte

respondeu 8 meses atrás

Roni,

Eu já tive um ano sabático, e acho incrivel as possibilidades a serem ali abertas. Porém, na minha experiência, o que me trouxe mais auto conhecimento foi muito mais os choques culturais do que a paz interior buscada.

A paz interior eu percebi que poderia ter encontrado ali mesmo na minha cidade, sem precisar ir muito longe. Não é questão de ser clichê, mas se queremos meditar, acalmar a mente ou buscar um crescimento espiritual, podemos tentar fazer sem ir muito longe, e sem gastar dinheiro. Há vários lugares aqui mesmo no Brasil que oferecem retiros incriveis como o templo zu lai em Cotia que duas vezes ao ano oferece gratuitamente retiros de um mês para curso de budismo, onde vc poderia meditar, estudar e buscar sua paz e espiritualidade.

Esse tipo de viagem, me proporcionou um maior conhecimento sobre mim por me tirar da minha zona de conforto. Enfrentar situações que ainda não haviam ocorrido em minha vida, conhecer pessoas com uma cultura que eu não tenho no meu ciclo social, com questionamentos e posições que eu não havia tido a oportunidade de escutar ou vivenciar. É dificil mudar as ideias conversando sobre as mesmas coisas com as mesmas pessoas, com uma mesma cultura e visão.

Essa foi a minha experiência, cada um tem a sua, e acredito que esse tipo de viagem não serve para a grande maioria das pessoas. Hoje em dia muitos tentam vender isso como uma coisa que todos deveriam fazer, que todos seriam feliz assim, que isso traz um ganho enorme à sua vida etc e isso é muito relativo. Há de se respeitar o que faz cada pessoa feliz. As pessoas se sentem felizes de diferentes maneiras por diferentes motivos e é uma grande ilusão querer empurrar essa "fórmula da felicidade".Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o ano sabático não é só "glamour". rsrs

A respeito de lugares India e Ásia em geral com certeza serão marcantes.

Abraços e boa sorte.

Elaine Moraes

Elaine Moraes Campinas

respondeu 8 meses atrás

Roni!Já passei por muitas coisas ,dá para escrever um livro. Mas sempre fui bem resolvida,,ergo a cabeça e  sigo em frente,nunca fiz viagens para fugir ou para me  encontrar,entender a vida ,etc, já nasci uma cigana,querendo perambular mundo afora.Vc não precisa ir muito longe,viajar, para encontrar respostas.Encaro viajar como um prazer,Mas em uma recente viagem a Polonia,visitei Auschwitz ,cara,vou te falar uma coisa,todo ser humano deveria ir lá pelo menos uma vez na vida,para ver o que é sofrimento,impóssibilidade de viver,de ter dignidade,etc,é uma puta lição ,e um tapa na cara.Voltei mais mansa,reclamando menos de problemas que diante de tamanho horror  se tornaram tão insignificantes.Isso é o que chamo de terapia de choque.

O Fernando colocou muito bem na resposta que deu!!!

Lugares mencionados
  1. Auschwitz , 20 Wi??niów O?wi?cimia O?wi?cim
Beatriz Zangerolami

Beatriz Zangerolami São Paulo

respondeu 8 meses atrás

Você pode procurar algum tipo de ação voluntária , atraves de empresas especiaizadas, se for seu perfil.

Caso contrario , pode fazer uma viagem por alguma região que te atraia, eu amei a Tailandia.

Tambem acho interessante fazer algum tipo de intercambio, onde pelo menos você pode aperfeiçoar uma lingua ou fazer cursos ddo que te interessa,.

Acho que viajar , no minimo abre os horizontes e faz ver o mundo e as pessoas de modo um pouco diferente.

Acho o sudeste asiático um destino mega interessante.

Juliana Prado

Juliana Prado São Paulo

respondeu 8 meses atrás

Oi Roni, eu procuro fazer 1 viagem ao ano, sozinha, para lugares que me fazem ver a vida de outro modo, um tempo para eu me conhecer e me desafiar, conhecer pessoas. Importante estar aberto para falar com estranhos, independente do lugar, isso enriquece muito. Puxe assunto com alguém numa fila, ou num transporte.

Os lugares que foram bem diferentes do que estou acostumada foram Istambul 
Istambul e Marrakech mas tem que ir ao Deserto do Saara

Valeu super à pena esses dois lugares. Passar uma noite em pleno deserto foi incrível.

Istambul também é uma cidade mágica :)

Tenho vontade de conhecer Petra na Jordânia e sua treasure.

Não sei que estilo de viagem gosta, e que tipo de reflexão gostaria de ter. Índia deve ser impactante pela pobreza/riqueza e espiritualidade.

Depois nos conte sua escolha! Boa sorte!! Bjs

Lugares mencionados
  1. Istambul , Istanbul ?stanbul TR
  2. Marrakech , Marrakesh Marrakesh-Tensift-El Haouz
  3. Deserto do Saara , 5655 Av. São Miguel Ermelino Matarazzo
  4. Petra , Awad Nshiwat Complex 181 King Al Hussein St
Tiago Imperatori

Tiago Imperatori Lajeado

respondeu 8 meses atrás

Roni, minha opinião é a seguinte: viajar é o melhor investimento que pode ser feito para a gente mesmo tanto em autoconhecimento como pessoal e profissionalmente.

Eu acredito que essa questão de ano sabático para viajar é algo relativo a cada pessoa, pois nem todos fazem isso ou sonham com isso se realizam ou encontram tudo aquilo que imaginaram antes. Eu já fiz isso quando morei em Portugal e tb nas outras viagens que fiz ao redor do mundo e digo, exemplo que serve a mim mesmo, que eu somente me conheço do jeito que sou hoje (e gosto do disso mais do que cm eu era antes), pq a união de todas as viagens que já fiz e os planos paras próximas me fazem compreender o mundo de uma forma diferente e me faz pensar sobre a minha vida de uma forma mais simples: viver e ser feliz sem se importar com o que os outros pensam ou deixar de pensar.

Viajar ajuda muito, mas somente nós podemos realizar e concretizar essas vontades nos libertando pra isso.

Boas viagens pra gente! hehe

Abraços,

Tiago

Responda a dúvida de Roni

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.