Eduardo Lemes

 Guias e Agências de viagem   Moscou, São Petersburgo, Rússia

Em Moscou o que é melhor: se aventurar e conhecer por conta própria ou contratar um guia local que fale português?

Estou me preparando para viajar em agosto/16, e dentre as cidades que irei, está Moscou, onde ficarei quatro dias. Acredito que a língua é um dos maiores entraves na viagem. Fiquei sabendo da existência de guias locais que falam português, e confesso que me vi tentado a contratar os serviços de um desses guias. Alguém já lançou mão desse tipo de expediente para solucionar esse problema com o idioma? Para situar, estarei vindo de uma semana em Paris e indo para São Petersburgo e os países escandinavos, num total de 29 dias de viagem.

Meu perfil de viagem: Aventureiro, Mochileiro

Responda a dúvida de Eduardo

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

6 Respostas

Ordenado por:
Relatos de Viagem  - Laís

MELHOR RESPOSTA

Relatos de Viagem  - Laís Florianópolis

respondeu 6 meses atrás

Oi Eduardo,

Se você se vira bem com viagens acho que pode arriscar ir sozinho, apesar de ás vezes perder tempo buscando uma ou outra atração, ou tentando se achar no metro, acho que vai dar tudo certo. Porém tenha em mente que lá o alfabeto é totalmente diferente, quase ninguém (mesmo) fala inglês e as pessoas (visão pessoal) parece que não querem fazer questão de te ajudar..

Eduardo Cidade

Eduardo Cidade

respondeu 5 meses atrás

Sempre fui da filosofia de viajar sozinho. No entanto, lá pela área da Praça Vermelha existe uma Tourist Office. Nessa mesma você podê solicitar guias escritos gratuitos com os afazeres em Moscou,em inglês, francês como quiser. Existem inclusive diversos roteiros temáticos: um passeio pelas estações de metrô que levam a casa dos escritores famosos, outro passeio pela gastronomia e os restaurantes renomados, pelas igrejas ortodoxas etc.

Descubra a Tourist Office mais próxima, pegue esses guias e é super tranquilo se virar sozinho. De fato, poucos falam inglês, mas todas as pessoas possuem Google Translator no celular. :D

Eu tive uma ótima impressão do povo russo. Inclusive, em Moscou, acabei sendo convidado uma noite para uma festa particular num apartamento abandonado, total underground :D

katia nunes

katia nunes Brasil

respondeu 6 meses atrás

Ola Eduardo!

Eu me aventurei por conta em Moscou...não falo nem ingles...

Eu imprimo os mapas dos lugares que quero visitar com rotas a pé do hotel que vou ficar para onde quero ir.

Apesar do alfabeto ser totalmente diferente do nosso é muito facil se locomover de metro,que alias ja é um verdadeiro passeio,pois as estações são verdadeiros museus de arte.

Visitei tudo que pude visitar...só não visitei mais por falta de tempo...fiquei uma semana e foi muito pouco..rs...Moscou tem muita coisa.

Para comer tbm não tive problema,tem uma rede de restaurante chamada Mimi,os alimentos ficam expostos e com uma bandeja vc pega o q quer e paga no caixa...e outros lugares tem foto no cardapio não tive problemas...e alias a comida russa é muito boa e barata.

Precisando de mais dicas é só falar...

Naysa Puget

Naysa Puget

respondeu 5 meses atrás

Nós contratamos um guia falando português  (éramos 3 pessoas e o tour era privado - carro com motorista e gui falando português só para nós ) - foi caro, mas compensou muito, pois nos buscavam no hotel "furavam fila" nos museus e nos buscaram/levaram ao aeroporto.

A empresa que contratamos foi superatenciosa e a Sra Ana, que nos atendeu na época, inlcusive ligou da Russia duas vezes para a minha casa para combinarmos detalhes

Segue o link deles:

https://www.travelallrussia.com/now?utm_source=google&utm_medium=cpc&utm_campaign=Brand&utm_term=%7Bkeyword%7D&utm_content=%7Bcreative%7D&gclid=Cj0KEQjwnIm7BRDSs42KxLS8-6YBEiQAfDWP6B6vcQghPie-DpeG3zAcKcZ0aXXZZlnx1G4vNrf7lQEaAinm8P8HAQ

Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo)

Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo) Salvador

respondeu 6 meses atrás

Oi Eduardo...

Eu estive por cerca de 15 dias na Rússia : visitei Moscou , São Petersburgo , Omsk e Tomsk ; as duas últimas na Síbéria. 

Não contratei guia e consegui me virar. A maioria das pessoas por lá não fala inglês, mas fui muito bem tratada e eles tentaram me ajudar e muito. 

Ás vezes rolava uma confusão como no dia em queria pedir um adoçante para o café. Foi um esforço enorme de mímicas e risos e no final consegui o que queria. Ou quando somente no dia seguinte encontramos a casa museu de Gogol. Esse episodio nos presenteou com gentilezas das senhorinhas russas e experiências deliciosas.

Ou então quando entramos na rede Tepemok, onde tudo estava em cirílico e começamos a observar o que as pessoas pediam e pela cara da comida, decidimos o nosso pedido e mostramos à mocinha do caixa o que queríamos apontando para os pratos das pessoas. Ela achou graça e tivemos uma refeição fast food nos padrões russos, deliciosa. 

O link a seguir: https://goo.gl/PCqR2V é o primeiro de uma série que fala da Russia. Eles estão em sequência. Acho que podem te dar uma ideia do que você encontrará por lá. 

A Russia me surpreendeu muito por, vou usar aqui as palavras de um britânico que conhecemos em Omsk: muito ocidentais. 

Ana

Lugares mencionados
  1. Rússia , RU
  2. Moscou , g. Moskva
  3. São Petersburgo , ??? g. Sankt-Peterburg
  4. Omsk , g. Oblast de
  5. Tomsk , g. Oblast de

Responda a dúvida de Eduardo

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.