Vistos e Imigração   Itália

Dicas para a cidadania italiana

Queria algumas dicas de alguém que já fez a cidadania italiana, estou com todos os documentos sendo corrigidos e estou com algumas dúvidas na próximas etapas, sendo elas: a legalização dos documentos no consulado italiano; e o último que seria ir para a Itália e fazer por lá.
Já encontrei diversos advogados e assessores, com diferentes preços e propostas. Pelo que eu vi, para a legalização dos documentos, no consulado italiano de São Paulo são abertas algumas vagas de agendamentos por mês e é bem difícil de consegui-las, é isso mesmo? Existe alguma outra alternativa?
E gostaria de saber também se há alguma forma de fazer a última etapa, chegando diretamente na Itália e procurando advogados mais em conta. Quantos dias tem que ficar por lá e também quanto tempo demora para tirar a cidadania.
Se puder falar um pouco como foi que tirou a sua eu agradeço

Meu perfil de viagem: Aventureiro, Mochileiro

Responda a dúvida de César Augusto

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

5 Respostas

Turistando.in (Juliana)

MELHOR RESPOSTA

Turistando.in (Juliana) São Paulo

respondeu 1 ano atrás

Olá César

Não sou especialista nesse assunto (sou prof. de italiano) e também não sei como estão os tramites hoje, mas antigamente era bem possível conseguir a cidadania diretamente na Itália, sem a necessidade de advogados.

A vantagem do advogado é que ele sabe o caminho das pedras, mas muitos são pilantras. 
Tive 2 alunos que tiveram problemas na mão de um que se chama Luigi Paiano. 
No entanto, tive outro que pagou bem caro para um que fez tudo em 1 semana (o processo normalmente dura 3 meses).

Se o objetivo é fazer na Itália, você precisa sim ter seus documentos legalizados. Agende a data no consulado. Sem a legalização, não adianta ir para a Itália (sei, pois, eu fui com tudo certo, exceto com a legalização, que estava agendada para o mês da minha volta - snifffff). 

Com a documentação completa, traduzida e juramentada e legalizada, procure uma residência na Itália, mas o mais importante é que te deem um documento que comprove a residência (dado pelo proprietário). Essa documentação, alguns pilantras cobram uma nota preta!

Depois disso, leve a documentação para a comune. Eles te orientam por lá!

Meu conselho: muito cuidado com advogados!

Vilma Palomar

Vilma Palomar São Paulo

respondeu 1 mês atrás

Sei que sua pergunta foi feita já a algum tempo. Mas achei interessante, caso ainda não tenha feito a sua cidadania te dizer algumas coisas que aprendi nos ultimos anos.

Sou cidada Italiana, mas meu processo foi feito a quase 20 anos, então o que eu passei, esquece que não vale mais. Mas meu namorado esta aguardando os tramites da cidadania dele aqui no Brasil desde 2007. 

O que acontece: Antigamente, todas as pessoas que tinham direito a cidadania italia, juntavam os documentos que a comprovassem, procuravam o consulado italiano, apresentavam tais dados e era aberta uma "pasta". Era então feito todo um processo de averiguação e validação dos documentos que iam para Roma (independete da origem dos seus antepassandos) e quando tudo estava nos conformes, traduzido e juramentado, dali um tempo era consedida a cidadania, na sequencia o passaporte e tudo mais que é de direito a quem é reconhecido. 

O que ninguem conta é que a coisa era meio burra, porque se despendia somente Roma para fazer todos os tramites e confirmações, numa era não digital e embolava todo o meio de campo. Resultado, mudaram um pouco e dividiram as documentações para os locais de origem real dos antepassados o que estancou um pouco o absurdo de tempo que leva para que tudo seja regularizado.

Mas nesse momento a fila de espera já se encontravam em quase 10 anos (constatei isso em 2011 quando estive no patronato de campinas para tirar uma duvida sobre alguns dados meus). Atualmente estão sendo chamadas pessoas que entraram com pedido de reconhecimento em 2005 (UFA!!)

Meu namorado entrou com o pedido em 2007, mas pretendemos ir pra Italia ainda nesse seculo, e vimos as opções para fazer tudo por lá.

Tivemos orçamentos de consultoria de 2,500 à 5 mil euros, que incluia hospedagem e tramites na italia. Li muitos casos onde pessoas foram enganadas, porque tais consultorias não podem garantir sucesso e nem colocar prazos, e li casos inclusive de pessoas que perderam tempo e dinheiro, ou quase foram presas.

Como sou mão de vaca e desconfiada, fui buscar informações de como fazer por você mesmo. Descobri que não é assim tão complicado, o que realmente é chato é que você precisa comprovar que mora na Italia, e aí é que está o grande problema. A legislação italiana diz que se um italiano fizer o documento que é pedido no consulado dizendo que você mora na casa/hotel/pousada ou sei la o q dele você tem direito a ficar por um período de 5 anos, e caso seja comprovado que não é uma informação veridica ele será punido.

Então sugiro que primeiro, verifique a lista de documentos que precisa (no site do consulado tem tudo), analise se é o momento financeiro para você fazer isso (porque vai sair caro, mesmo sendo economico), busque se programar quanto a hospedagem e seja claro com quem estiver conversando sobre isso lá.

Evite grandes comunes porque tem muitos processos acontecendo e demoram mais (eu evitaria Roma, Milão e Turim), e comunes muito pequenas onde uma unica pessoa faz o processo (se ela adoecer ou sair de ferias seu processo fica parado).

Portanto, coloque no papel o que realmente vai gastar fazendo por conta própria, ao que pude ver em torno de 2mil euros, e veja se realmente tem necessidade imediata deste documento.

Sugiro que você de uma boa olhada no site www.minhasaga.com.br porque a maioria das dicas bacanas que encontrei foram dadas lá. 

Espero ter ajudado

Bjocas

Salete Mondini

Salete Mondini Jaraguado Jaragua do Sulsul

respondeu 1 ano atrás

Cesar eu já consegui minha cidadania e também encaminhei na época dos meus dois filhos e um deles era menor. Encaminhei através do Circulo italiano da minha cidade. Gastei com   com cópias da documentaçao e uma taxa para o círculo. Mesmo apresentando toda documentaçao( certidôes de nasc e óbito dos bisavós e outros)originais minha cidadania demorou 7 anos. Apresentei documentaçao que outros familiares já haviam utilizado. A responsável pelo processo  consultou se já havia alguém da família  com  cidadania, e ficou mais fácil.Mas conseguir agendar o passaporte no consulado de Curitiba é realmente uma odisseia pois o consulado abre a agenda de datas disponíveis 2 minutos antes da meia noite, lembrando que temos que levar em conta o fuso horário entre brasil e italia e os horários de verão lá e cá.Informe-se sobre a possibilidade de seu sobrenome já ter algum processo tramitando por outro ramo da família. Outro detalhe importante é que o conjuge tem direito a cidadania por extensão após 3 anos de união civil...abraços

Mariana Alberti

Mariana Alberti Sao Paulo

respondeu 1 ano atrás

Olá olá... 

Acho que minha principal dica e o que esta me ajudando infinitamente nas minhas dúvidas no meu processo é o grupo no facebook Cidadania Italiana - área livre - https://www.facebook.com/groups/arealivrecidadania/?fref=ts

Todas as dúvidas eu consigo tirar nesse grupo, também tem muitas indicações de advogados, tradutores, assessorias, enfim... todas as dúvidas mesmo. 


Davi Leichsenring

Davi Leichsenring

respondeu 1 ano atrás

Entre em contato comigo pelo facebook, Davi Leichsenring. Te dou todas informações que vc precisar sem cobrar.

Responda a dúvida de César Augusto

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

Fique por dentro das novidades e melhores dicas:



Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.