Belém

Dicas Ilha de Marajó

Alguém já foi ? Como faz pra chegar? Quais são os passeios imperdíveis?

Meu perfil de viagem:

Responda a dúvida de Patricia

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

2 Respostas

Juli Dominguez

MELHOR RESPOSTA

Juli Dominguez Rio de Janeiro

respondeu 11 meses atrás

Olá Patrícia!

Eu nunca fui, mas tenho uma amiga que acabou de chegar de lá!
Me disse que o mais bonito do local é a natureza.
Ela conheceu tudo só de moto taxi, rs, transporte mais famoso de lá. Não necessita mais do que 2, 3 dias no max, pra conhecer bem a ilha toda.
Se não me engano o único acesso é de barco, mas posso checar com ela.
Bom, posso checar mais coisas se você quiser, se tiver dúvidas mais específicas é só me falar que eu pergunto a ela! :D
Espero que tenha ajudado pelo menos um pouquinho, rs

Boa sorte!

Dennis Carlotti

Dennis Carlotti São Paulo

respondeu 11 meses atrás

Boa tarde Patricia,

A Ilha de Marajó é a maior ilha fluviomarinha do mundo,  e o ponto de partida da viagem é Belém, de onde saem barcos e balsas rumo à Soure, a "capital" da ilha, alcançada depois de cerca de três horas de navegação. É nesta área que estão as melhores praias, a do Pesqueiro, Barra Velha e Joanes, as melhores hospedagens e restaurantes, além de boa parte dos 250 mil habitantes da região.Se for de carro, use a balsa (saídas pela manhã, três horas de travessia; R$ 90,95 por carro e motorista, R$ 17,30 por passageiro extra; 3246-7472) que sai de Icoaraci, a 25 km de Belém, e chega em Porto Camará, na ilha. Pagando uma taxa extra de R$ 5, o percurso pode ser feito na área vip da balsa, que tem poltronas e ar-condicionado. A volta, no período da tarde, também custa R$ 90,95.

A mais interessante experiência é montar no lombo de um búfalo para um passeio. Habitat de grande variedade de peixes e pássaros, o arquipélago oferece muitas atividades em meio à natureza, realizadas nas fazendas. Entre elas estão observação de guarás, a focagem de jacarés e passeios de barco pelos igarapés. Se você for fã dos esportes de aventura também pode se divertir na área com a prática de caminhadas na selva, rafting e ciclismo pelas praias. Tem o Museu de Marajó que fica na Cachoeira de Arari no meio da mata.. as praias do Pesqueiro e Barra Velha em Soure são lindas,

Sobre a gastronomia, tem a carne de búfalo como grande destaque. Os pratos mais apreciados são o Filé Marajoara, servido com mussarela de búfala derretida, e o Frito do Vaqueiro, que traz fraldinha ou minguinha (carne da costela) cozidos e acompanhados de pirão de leite. Também merecem destaques o caldo de turu, um molusco típico do mangue; e as suculentas peixadas.

Antes de viajar, escolha bem a época. No primeiro semestre chove quase todos os dias, alagando campos e florestas e impedindo algumas travessias. A vantagem é que a temperatura fica mais amena. No resto do ano, no período de seca, os termômetros batem facilmente os 40 graus. O consolo é que a água já baixou e fica mais fácil circular pela região.

De uma olhada no link abaixo também, acho que vale a pena:

http://viajeaqui.abril.com.br/vt/blogs/achados/2015/12/18/48-horas-na-ilha-de-marajo/

Boa viagem =)


Fique por dentro das novidades e melhores dicas:



Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.