Transporte, Hospedagem, Vistos e Imigração   Cuba

Cuba pra jornalista

Olá pessoal,

Vou a Cuba em out/nov próximo e gostaria de saber um pouco da experiência de quem esteve recentemente no país. Qual a boa escala (Panamá ou Porto Rico)? Como é possível escapar do circuitão turístico sem comprometer moradores e nem me indispor com a polícia local? Uma hospedagem bacana e lugares interessantes? Não pretendo visitar praias, queria ficar mais na capital e talvez conhecer o interior da ilha. A princípio vou sozinha, sou jornalista e tenho 48 anos. Algum alerta rsrs? Agradeço as mensagens e espero retribuir tb com boas informações quando voltar.

Meu perfil de viagem: Mochileiro

Responda a dúvida de Patricia

Escreva a sua resposta...
RESPONDER

3 Respostas

Ordenado por:
Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo)

MELHOR RESPOSTA

Analuiza Carvalho (Espiando Pelo Mundo) Salvador

respondeu 5 meses atrás

oi Patricia...

Quando fui à Cuba fiz escala no Panamá e foi ótimo pois o aeroporto é um hub, então funcionou muito bem. Além disso, tem um duty free imenso e eu ainda quebrei o voo para ficar no país uns dois dias. 

Eu achei Havana uma cidade segura (visitei em 2009, não tão recente assim). Fomos abordados diversas vezes pelos moradores pedindo coisas e/ou oferecendo charutos e mulheres, mas nada muito agressivo. 

Comemos na maioria das vezes nos paladares e nesse momento tivemos mais contato com os moradores, mas eles eram muito desconfiados e falavam pouco, olhando para os lados, esquivos... Não sei se isso mudou. 

Sugiro visita à sorveteria Coppelia e o restaurante La Guarida porque foram cenários do belíssimo filme Fresa y Chocolate. 

Li relatos recentes de pessoas que combinaram um valor com o taxista no aeroporto e no meio do caminho ele parou e pediu mais dinheiro. 

O por do sol de Havana é um dos mais incríveis: estar no Malecón nessas horas é imperdível. 

O resto das coisas que eu fiz foi mesmo conhecer os pontos turisticos. 

Fiquei hospedada no Tryp Habana Libre, que é o hotel onde os revolucionários ficaram quando tomaram Cuba de Fulgêncio. Os quartos do fundo tem uma vista maravilhosa para o Malecón e a cidade.

Boa viagem

Ana

Bruno Molinero

Bruno Molinero São Paulo

respondeu 5 meses atrás

Oi, Patricia. Concordo com a Analuiza: viaje via Panamá (se possível, faça um stopover na capital e aproveite para conhecer o canal. Ele não tem nada demais, mas já que vai estar lá, vale a pena), coma nos paladares (é fácil achar indicações na internet) e durma na casa de cubanos (além de elas serem mais baratas, você tem a oportunidade de entender um pouco como é a vida das pessoas. Há listas de hospedagens na internet ou no Airbnb, que passou a operar na ilha neste ano)

Visitei Cuba em 2011. A ilha estava bem mais fechada para o turismo do que hoje e não tive qualquer problema --seja por ser jornalista, por viajar sozinho ou por questões de segurança. Conheci mulheres que viajaram sozinhas pela ilha também e não tiveram maiores problemas. Então pode ir tranquila. Acho que eles estão muito mais preocupados com os jornalistas de agências internacionais que estão "descobrindo" Cuba do que com você hehe 

Iriani Ghellere

Iriani Ghellere

respondeu 5 meses atrás

Estivemos em Cuba em junho 2007. Nosso vôo Copas via Panama, sem problemas. Ficamos uma semana Em Havana.

Eramos dois casais. Ficamos no centro de Havana (tambem nao tinhamos interesse . em Praia ).

Hotel Sevilha muito bem localizado. Facil de visitar a pé to da a parte central, Capitolio, Catedral, Bar La Floridita frequentado por Hemingway ,

Em frente ao hotel um museu com o barco "YATE GRANMA" que trouxe FIdel Castro do Mexico para Cuba.

Museu da Revolução instalado do no antigo Palácio Presidencial.

Em  Havana também é possivel visitar a fabrica de Charutos Partagás.

Todos estes passeios fizemos a pé a partir de nosso hotel.

Também valeu muito a pena um passeio de carruagem.

Apenas um dia pegamos um city tour para vet outras atrações como casa CHE, Malecon.

Quanto aos restaurantes, quanto fomos os preços não variavam. de um a outro, fosse em um bom hotel ou em um paladar.

Por exemplo no HOTEL FLORIDA comemos uma lagosta deliciosa no dia seguinte fomos a um paladar simples comida local, frango mouros e cristianos(feijão com arroz) o preço foi o mesmo.

Muito importante se tiver a intenção de comprar charutos só compre os com lacre do governo ou estará sujeita a ser detida ná saída do País .

Espero ter sido util .


Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Perguntas que os viajantes também leram...

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.