Como fazer uma ‘road trip’ com meu cachorro?


 Meu dog    1179 visualizações

Quem nunca ouviu a história de uma família que viajava com frequência e parou completamente quando adotou um cachorro? Ter um pet muitas vezes dificulta, mas não é preciso encerrar a carreira de viajante por causa dele ou deixá-lo trancado em um hotel. Transformá-lo em um “viajante animal” pode ser a saída. Veja dicas para transportá-lo no carro.

Na janela não

O seu cão pode ser tão aventureiro quanto você e adorar um vento na cara pendurado na janela. Porém isso configura multa (infração grave, no valor de R$ 127,69), além de um risco grande para ele e para os demais veículos. Portanto, tenha um assento especial para cachorro (a partir de R$ 100 é possível encontrar bons modelos) e reserve passeios mais informais, como a ida a uma cachoeira em uma estrada de terra, para o pet curtir a brisa no focinho.

DUBBI  adicionou foto de  Foto 1

Jejum

É importante deixar o animal em jejum pelo menos seis horas antes do início do percurso e sem beber água nas últimas duas horas, recomendam os veterinários. Caso contrário, ele pode ter enjoos e vômitos durante a jornada, além daquela vontade de fazer as necessidades. Mas o coitado não vai ficar com fome? Não. Cachorros adultos comem em geral duas vezes ao dia, o que dá um intervalo de 12 horas entre cada refeição.

Pare sempre

O recomendado para o ser humano são paradas a cada três horas. Como as necessidades de movimento dos cachorros são muito maiores do que as nossas, esse intervalo tem que ser menor quando viajamos com nossos pets. Arranje um lugar para o cão esticar as patas a cada uma hora. Quanto maior foi o animal, menor deve ser o tempo entre as paradas. A viagem vai demorar mais, claro, mas quando sair com o animal a prioridade é sempre dele.

Eduque

O veículo de quatro rodas é um negócio completamente estranho para um animal de quatro patas. Então, antes de fazer a primeira viagem longa, leve-o junto para pequenos passeios, até o cachorro se habituar com os movimentos do carro.

À vontade

Leve o máximo de acessórios que ele costuma usar no dia a dia, como brinquedos, cobertas, etc.

DUBBI  adicionou foto de  Foto 2

Nem quente nem frio

Já que o cachorro é seu melhor amigo, não o deixe sozinho no carro. Afinal, a temperatura interna do automóvel é sempre maior do que a externa. Além disso, manere no ar condicionado --o ideal é a temperatura do carro estar próxima à ambiente.

Confirme antes

Não adianta fazer tudo certo no deslocamento, mas, ao chegar no hotel ou pousada, perceber que o local não aceitar bichos de estimação. Verifique antes se o local oferece o serviço.

DUBBI  adicionou foto de  Foto 3

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:


Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.