Tenho como meta de vida conhecer todos os países do mundo


 América, África, Oceania, Europa, Ásia  

A vontade de viajar veio desde pequena. Estudei um colégio italiano em São Paulo, onde grande parte do corpo docente e alunos eram da Itália. Isso fez com que eu sempre tivesse curiosidade quanto a outras culturas.

Além disso, venho de uma família de classe média, onde a minha mãe foi a primeira a ter condições financeiras de viajar para o exterior. Isso fez com que ela me incentivasse desde sempre a sonhar com isso.

A vontade de conhecer tooooodos os países do mundo veio mais velha, quando eu já estava na faculdade de contabilidade, na USP. Lá eu entrei na organização AIESEC, que desenvolve liderança através de estágios e voluntariados internacionais.

Bárbara Saião adicionou foto de América,África,Oceania,Europa,Ásia Foto 1

Durante 3 anos eu trabalhei com o envio de intercambistas para diversos países do mundo e eles sempre voltavam com uma história melhor que a outra. Foi nessa organização também que eu quebrei preconceitos em relação a países com culturas diferentes, tive contato com diferentes credos e culturas, como muçulmanos, indianos, russos.

No meu intercâmbio no México, onde fiquei 2 meses trabalhando em uma ONG, percebi que era isso que queria fazer pra minha vida. Trabalhar com turismo e ajudar mais pessoas a terem experiências inesquecíveis que, muitas vezes, transformar o seu caráter positivamente.

Mas no México aconteceu algo curioso. Meu projeto de conhecer todos os países do mundo deu uma pausa: ao conhecer vários mexicanos viajando pelo seu país, percebi que antes de conhecer o mundo, precisava conhecer melhor o Brasil. Então, por enquanto, estou com a meta de conhecer todo o Brasil nos próximos 4 ou 5 anos.

Ainda não fiz um mochilão, daqueles que você fica 1 ou 2 dias  em cada cidade e acaba conhecendo vários lugares em uma viagem só. Até hoje, todas as minhas viagens foram de longa duração e um país só. Chile (45 dias), Uruguai (30 dias), Panamá (10 dias), México (60 dias) e Grécia (25 dias).

Sou uma pessoa muito organizada e tenho uma planilha com todos os países para onde quero ir, organizados por ordem de prioridade (acessibilidade sendo o primeiro item. Acredito ser preferível ir para África/Ásia mais jovem, por serem lugares onde as viagens tem um espírito mais aventureiro, do que para a Europa).

Todas as viagens internacionais que fiz foram sozinhas, é mais fácil conciliar agendas com você mesmo. E, na verdade, você só faz uma viagem sozinha sozinha se você quiser muito, porque é a coisa mais fácil fazer amigos no caminho.

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

Rosana Bertucceli

Rosana Bertucceli comentou 7 meses atrás

Adoreiiiii


Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.