As piscinas naturais paradisíacas de Maragogi


 Maragogi  

Dona de uma das piscinas naturais mais bonitas do Brasil, Maragogi (AL) é uma das cidades mais visitadas do litoral alagoano. O bate-volta de turistas é bastante comum, vindos da capital Maceió (a 130 km) ou da pernambucana Porto de Galinhas (a 110 km). Saiba, a seguir, o que fazer em Maragogi tanto em uma visita rápida, quanto em uma estadia mais prolongada.

Calendário lunar
A viagem e as opções do que fazer em Maragogi depende do calendário lunar. Antes de fechar a data, consulte a tábua da maré, que nada mais é do que a variação da maré de acordo com o astro (lua nova, cheia, minguante ou crescente), o que influencia o horário de saída e chegada para as piscinas naturais. A maré baixa é a melhor.

David Andrade adicionou foto de Maragogi Foto 1

As piscinas naturais
Quando alguém pergunta “o que fazer em Maragogi” a primeira resposta com certeza será as piscinas naturais do local, consideradas por muitos como a principal atração de Alagoas. A beleza delas é tanta que levou Maragogi a receber o apelido de “Caribe brasileira”.

São três piscinas naturais: Galés, Barra Grande e Taocas. Galés é a primeira e a mais tradicional, além de ser a maior. As outras duas foram abertas a visitação mais recentemente, na tentativa de diminuir um pouco o fluxo para a de Galés, que era muito grande e poderia causar danos ambientais. No quesito “paradisíaco”, as três pouco diferem.  

Boa parte dos hotéis a beira-mar de Maragogi oferecem o passeio. É possível encontrar opções a partir de R$ 50, por três horas de duração. O viajante Dennis Carlotti descreve a sensação. “Não tem como não ir. As águas são incríveis, bem rasas, e você vê peixes por toda a parte”.

O trajeto, feito de buggy, geralmente tem como roteiro as praias de Burgalhau, Barra Grande, Antunes, Xaréu, Ponta de Mangue, Dourado, Peroba e São José da Coroa Grande.

Se der, faça o passeio de batismo de mergulho, pois serão raras as oportunidades de conhecer uma visão embaixo d´água como essa. A região das piscinas naturais conta ainda com passeios de escuna e barcos, e vale a pena mesmo para quem já foi por terra.

David Andrade adicionou foto de Maragogi Foto 2

Na vizinhança
A viajante Gabriela Roque, do Rio de Janeiro, conta o que fazer em Maragogi além da cidade. Uma das opções é o passeio para a Praia dos Carneiros, perto da divisa com Pernambuco, a cerca de 40 minutos de carro. A região sul do litoral pernambucano mantém a beleza natural vista até então. A ponte sobre o rio Ariquindá facilitou e muito a vida do viajante que vai até lá. Além de águas e areias cinematográficas, o local apresenta boa oferta de restaurantes e pousadas.

Em Porto de Pedras, em meia hora ao sul de Maragogi, encontra-se o projeto Peixe-Boi, de preservação desse animal marinho que é um dos mais ameaçados de extinção no Brasil, mantido pelo Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos Aquáticos. Muitas pousadas de Maragogi levam até o projeto. Consulte a sua e aprenda mais sobre o meio ambiente em um paraíso ecológico. Atenção: eles só recebem 70 visitantes por dia, por isso é preciso reservar com antecedência.

David Andrade adicionou foto de Maragogi Foto 3

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:


Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.