De Norte a Sul, lugares para a tocha olímpica visitar enquanto percorre o Brasil


 Brasil, Brasília, Goiânia, Caldas Novas, Belo Horizonte, Ouro Preto, São João del Rei, Porto Seguro, Itacaré, Ilhéus, Aracaju, Maceió, Maragogi, Recife, Olinda, Aquiraz, Fortaleza, Belém, Manaus, Cuiabá, Gramado, Canela  

Mateus Souza adicionou foto de Brasil,Brasília,Goiânia,Caldas Novas,Belo Horizonte,Ouro Preto,São João del Rei,Porto Seguro,Itacaré,Ilhéus,Aracaju,Maceió,Maragogi,Recife,Olinda,Aquiraz,Fortaleza,Belém,Manaus,Cuiabá,Gramado,Canela Foto 1

A tocha olímpica chegou quarta (3) a Brasília e foi recebida em uma cerimônia em que estiveram presentes atletas, ex-atletas, a comitiva dos Jogos e a presidente da República. Agora ela começa um trajeto por mais de 300 cidades, passando pelos 27 estados, em todas capitais e em cidades de médio e pequeno porte, até chegar ao Rio de Janeiro, no dia 3 de agosto, apenas dois dias antes do início da Olimpíada.

Para apresentar o Brasil à tocha, o Dubbi preparou uma lista de passeios, atrações e o melhor da culinária por onde o símbolo maior da competição irá passar, sempre com dicas dos nossos viajantes.

(1) Goiás
De Brasília, a tocha segue para Goiânia. Na bela capital goiana, a música sertaneja e as centenas de bons bares são a cara da cidade. O viajante Lucas Caiado, natural de lá, recomenda a vida noturna nos setores Marista e Bueno. Os parques, bem cuidados e com um verde impecável, merecem uma visita, principalmente o Vaca Brava e Lago das Rosas.

Mateus Souza adicionou foto de Brasil,Brasília,Goiânia,Caldas Novas,Belo Horizonte,Ouro Preto,São João del Rei,Porto Seguro,Itacaré,Ilhéus,Aracaju,Maceió,Maragogi,Recife,Olinda,Aquiraz,Fortaleza,Belém,Manaus,Cuiabá,Gramado,Canela Foto 2

Depois a tocha segue para outras cidades de Goiás. Em Piracanjuba, a parada no Kibarlana é obrigatória para comer o famoso quibe goiano, recheado com frango desfiado, pequi (fruto típico do cerrado) e guariroba (um palmito mais amargo).  Em Caldas Novas, é hora da tocha descansar um pouquinho nas enormes piscinas de águas hidrotermais de seus hotéis.

(2) Minas Gerais
Já em Belo Horizonte, a tocha deve ir assim que possível para a praça do Papa (praça Israel Pinheiro, que ganhou o apelido após visita do pontíficie nos anos 80), de onde se tem a vista mais bonita de BH. Para comer, o restaurante Xapuri é o que apresenta a melhor comida mineira, com um ótimo custo benefício, garante a viajante Lua Vacari, nascida na cidade.

Mateus Souza adicionou foto de Brasil,Brasília,Goiânia,Caldas Novas,Belo Horizonte,Ouro Preto,São João del Rei,Porto Seguro,Itacaré,Ilhéus,Aracaju,Maceió,Maragogi,Recife,Olinda,Aquiraz,Fortaleza,Belém,Manaus,Cuiabá,Gramado,Canela Foto 3

Por último, na hora de cair na folia, a tocha deve ir para a região do Savassi, que concentra os melhores bares (Ideal e Cana são algumas opções) e baladas (Royalt Club, D Duck Club, dentre outras) da cidade.  

Ah, sim, Minas ainda abriga as cidades históricas. A tocha vai conhecer Ouro Preto, São João del Rei e Tiradentes. Em todas elas, a tocha deve visitar ao menos uma igreja histórica, banhada a ouro, estilo barroca, e feita por mestres da arte como Aleijadinho e Ataíde.

Ouro Preto, por causa da Universidade Federal de Ouro Preto, tem uma vida noturna muito agitada, e o Porão Cervejaria reúne boa parte dessa vida boêmia. Em Tiradentes e São João del Rei, a tocha deve fazer o trajeto de Maria Fumaça que liga as duas cidades e contorna a bela Serra de São José.

Mateus Souza adicionou foto de Brasil,Brasília,Goiânia,Caldas Novas,Belo Horizonte,Ouro Preto,São João del Rei,Porto Seguro,Itacaré,Ilhéus,Aracaju,Maceió,Maragogi,Recife,Olinda,Aquiraz,Fortaleza,Belém,Manaus,Cuiabá,Gramado,Canela Foto 4

(3) Bahia
Em Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, hora da tocha conhecer nossas origens. Foi naquela região que a esquadra de Pedro Álvares Cabral desembarcou há 516 anos atrás. E lazer não falta por ali, que o diga a Passarela do Descobrimento, em Porto Seguro, mais conhecida como Passarela do Álcool. O grande perigo é a tocha encontrar um grupo de jovens em excursão e não querer mais continuar seu trajeto.

Mateus Souza adicionou foto de Brasil,Brasília,Goiânia,Caldas Novas,Belo Horizonte,Ouro Preto,São João del Rei,Porto Seguro,Itacaré,Ilhéus,Aracaju,Maceió,Maragogi,Recife,Olinda,Aquiraz,Fortaleza,Belém,Manaus,Cuiabá,Gramado,Canela Foto 5

Ilhéus é terra onde o cacau é rei. Por isso, a viajante Barbara Pereira  indica o suco de cacau do bar do Vesúvio. Ousado e diferente, mas simplesmente magnífico. Para o melhor da culinária baiana, o restaurante Bataclan faz parte da história da cidade e merece uma visita. Depois, a tocha deve mergulhar entre os surfistas em Itacaré, uma das mais belas praias do litoral baiano. As ondas chegam a ter mais de três metros de altura em julho.

(4) Sergipe, Alagoas, Pernambuco e Ceará
Estados pequenos e próximos um do outro, a tocha vai conhecer um dos pedaços mais bonitos do Brasil. Começando por Aracaju, capital de Sergipe, a Passarela do Caranguejo é o local ideal para a tocha matar a fome degustando os melhores frutos do mar, embalado por música ao vivo presente em quase todos os estabelecimentos. Depois, um mergulho no mar na praia de Atalaia, a mais famosa da cidade. Se der tempo, visite o Cânion do Xingó.

Mateus Souza adicionou foto de Brasil,Brasília,Goiânia,Caldas Novas,Belo Horizonte,Ouro Preto,São João del Rei,Porto Seguro,Itacaré,Ilhéus,Aracaju,Maceió,Maragogi,Recife,Olinda,Aquiraz,Fortaleza,Belém,Manaus,Cuiabá,Gramado,Canela Foto 6

Em Maceió, capital de Alagoas, algumas das praias urbanas mais bonitas do Brasil, como a do Gunga e do Francês. Mas é Maragogi, que não está no roteiro, a atual sensação do estado, com suas piscinas naturais tidas como as mais belas do Brasil. Então, tocha, já sabe: dá uma escapada do roteiro porque Maragogi realmente vale a pena.

Em Pernambuco, nem precisamos falar que a tocha deve conhecer Recife e sua vizinha Olinda, cidades com a cena cultural das mais fortes do Brasil. No entanto, a dica de ouro é quando ela estiver em Ipojuca. Mais precisamente no seu distrito mais famoso: Porto de Galinhas, que já ganhou inúmeras vezes como a melhor praia do país.

Mateus Souza adicionou foto de Brasil,Brasília,Goiânia,Caldas Novas,Belo Horizonte,Ouro Preto,São João del Rei,Porto Seguro,Itacaré,Ilhéus,Aracaju,Maceió,Maragogi,Recife,Olinda,Aquiraz,Fortaleza,Belém,Manaus,Cuiabá,Gramado,Canela Foto 7

Por último, mas não menos importante, Ceará. Em Aquiraz, momento de ser radical no Beach Park, o maior parque aquático do Brasil. O Vaikuntudo, mais nova atração, em que uma boia desce em um funil gigante, vai ser a prova de que se as chamas não apagarem as Olimpíadas serão um sucesso.

Logo ao lado, a capital Fortaleza. Vale conhecer a praia do Futuro e suas dezenas de barracas, algumas verdadeiros complexos que têm até sauna. A barraca do Chico Caranguejo garante a noite mais animada, com música ao vivo tocando o melhor da música contemporânea brasileira.

Mateus Souza adicionou foto de Brasil,Brasília,Goiânia,Caldas Novas,Belo Horizonte,Ouro Preto,São João del Rei,Porto Seguro,Itacaré,Ilhéus,Aracaju,Maceió,Maragogi,Recife,Olinda,Aquiraz,Fortaleza,Belém,Manaus,Cuiabá,Gramado,Canela Foto 8

(5) Pará e Amazonas
As duas principais cidades da região Norte (Belém e Manaus, respectivamente) têm passeios que duram dias em seus rios Negro, Solimões e Amazonas. Infelizmente, a passagem da tocha por cada lugar dura no máximo um dia, mas depois que acabar os Jogos ela pode voltar, não é mesmo?

Em Belém, não deixe de ir ao tradicional mercado Mercado de Ferro, conhecido "Mercado Ver-o-Peso". É uma das maiores feiras livres da América Latina e lá encontra-se uma diversidade de ingredientes, ervas, especiarias, frutas e legumes. A ilha de Algodoal é o lugar ideal para quem curte ambientes tranquilos e contato com a natureza. Fica a três horas de Belém (é preciso pegar uma van para Marudá e depois um barco).

Seguindo para Manaus, hora da nossa tocha voltar a se embriagar um pouco. Isso porque a Cachaçaria do Dedé tem as melhores bebidas de toda a capital amazonense. E depois, claro, o símbolo dos Jogos precisa nadar com os botos. Os pacotes incluem almoço, Encontro das Águas, comunidades indígenas da região. No Parque Ecológico de Janauari é onde os botos aparecem.

Mateus Souza adicionou foto de Brasil,Brasília,Goiânia,Caldas Novas,Belo Horizonte,Ouro Preto,São João del Rei,Porto Seguro,Itacaré,Ilhéus,Aracaju,Maceió,Maragogi,Recife,Olinda,Aquiraz,Fortaleza,Belém,Manaus,Cuiabá,Gramado,Canela Foto 9

(6) Pantanal
Quando a tocha passar por Cuiabá (MT) e Campo Grande (MS), é hora de fazer uma pausa no Pantanal, um dos principais biomas do Brasil. Ele pode ser acessado a partir das duas capitais. Por Cuiabá, a experiência é mais rústica e intensa, segundo a viajante Sylvia Soares, de São Paulo. As duas cidades que servem de porta de entrada são Poconé (onde fica o Parque Nacional do Pantanal Matogrossense) e Barão de Melgaço.

Para aumentar a intensidade da experiência, Sylvia recomenda hospedar-se em um hotel-fazenda, onde é possível ficar próximo da fauna (tuiuiús, jacarés, macacos, aves, muitos peixes, onças), conhecer a rotina do pantaneiro e degustar a culinária regional (arroz Maria Isabel, galinhada, ventrecha de Pacú, Jacaré a palito, bolo de arroz e tantas outras delícias).

Mateus Souza adicionou foto de Brasil,Brasília,Goiânia,Caldas Novas,Belo Horizonte,Ouro Preto,São João del Rei,Porto Seguro,Itacaré,Ilhéus,Aracaju,Maceió,Maragogi,Recife,Olinda,Aquiraz,Fortaleza,Belém,Manaus,Cuiabá,Gramado,Canela Foto 10

(7) Serras catarinenses e gaúchas
Nos dois estados do Sul a tocha deve visitar suas respectivas serras. A de Santa Catarina, menos badalada, tem algumas atrações incríveis, como a serra do Rio do Rastro e sua estrada mais famosa: a que liga Lauro Müller e Bom Jardim da Serra, com curvas sinuosas e visão panorâmica que são por si só uma atração.

Mateus Souza adicionou foto de Brasil,Brasília,Goiânia,Caldas Novas,Belo Horizonte,Ouro Preto,São João del Rei,Porto Seguro,Itacaré,Ilhéus,Aracaju,Maceió,Maragogi,Recife,Olinda,Aquiraz,Fortaleza,Belém,Manaus,Cuiabá,Gramado,Canela Foto 11

No Rio Grande do Sul, as cidades de Gramado, Canela Bento Gonçalves reúnem o melhor da culinária gaúcha. As casas bem cuidadas, muitas no estilo enxaimel, combinam perfeitamente com os passeios como o Lago Negro (Gramado), a Catedral de Pedra (Canela) e as vinícolas de Bento Gonçalves (Aurora é a mais conhecida).

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:

David Andrade

David Andrade comentou 6 meses atrás

Animal!!! Texto sensacional


Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.