Como furar fila (honestamente) no Louvre em Paris


 Europa    1205 visualizações

Daniel Ribeiro adicionou foto de Europa Foto 1

Hoje eu vou te falar como entrar mais rápido no Museu do Louvre, em Paris. O Louvre é com certeza um dos museus mais famosos e importantes do mundo e também um dos maiores. Tem mais de 30 mil obras, então eu já vou logo te dizendo: não dá para visitar tudo num dia só, por mais que você queira.

Passar um dia inteiro num museu pode ser muito cansativo, então o que eu recomendo (caso você não seja nenhum estudioso ou não esteja querendo fazer uma maratona de obras de arte) é que você compre um bom guia, estude as principais obras de arte daquele museu, entenda o por que elas são tão importantes e deixe para visitar apenas essas obras que fazem mais sentido para você e as obras que merecem realmente a sua visita.

As outras obras também foram e são muito importantes para a história da arte e para a história como um todo, mas se você for leigo assim como eu, você vai querer ver apenas as mais importantes, por que você também tem uma viagem e uma cidade inteira pra aproveitar. E parte disso, de você economizar e aproveitar melhor seu tempo, é entender como as coisas funcionam para você tirar melhor proveito disso.


"...compre um bom guia, estude as principais obras de arte daquele museu, entenda o por que elas são tão importantes..."

A primeira coisa que você vai ver quando chegar no Louvre que é aquela pirâmide, que é a entrada principal, tem uma fila enorme de gente. A parte da manhã é sempre mais movimentada, se você quiser entrar de manhã cedo pela entrada principal, eu recomendo que você chegue pelo menos meia hora ou 1h antes do museu abrir, isso caso você não tenha escolha. Mas se você tiver escolha, vamos a algumas dicas importantes que podem fazer muita diferença na hora de você entrar no museu e poder aproveitar num momento mais tranquilo.

De outubro a março todo primeiro domingo do mês a entrada é gratuita pra entrar no Louvre. Pode parecer muito bom, mas não é. A menos que você esteja com o orçamento muito curto, aí sim esse será e o melhor dia para você conhecer. Mas se você não está com seu orçamento apertado, não vá no dia gratuito. A entrada custa 15 euros, então vale a pena pagar para aproveitar melhor seu passeio um pouco menos vazio. Se nos dias comuns quando se paga já é cheio, então imagina quanto a entrada é gratuita.

Uma coisa bem interessante é que a entrada vale para o dia inteiro. Então se você entrou as 11h da manhã, por exemplo, e no meio do passeio se cansou, ficou com fome, e quis sair do museu pra almoçar e retornar na parte da tarde, a sua entrada continua valendo. Isso é muito bom, pois você pode dividir um pouco seu passeio, para descansar.

Outro fato importante: toda terça-feira, o museu fecha. Isso faz com que domingo, segunda e quarta-feira acabem sendo os dias mais cheios. Então se puder, evite esses dias, pois você consegue encontrar o museu um pouco mais vazio. Outra vantagem é que toda quarta e toda sexta o museu fecha as 9h45 da noite, o que te dá a possibilidade de fazer uma visita noturna, e que normalmente acaba sendo muito mais vazio do que as visitas diurnas.

O museu tem quatro entradas diferentes. A maioria das pessoas conhece só a pirâmide principal, que é por onde entra mais gente, sempre vai estar lotado (vermelho). Mas há mais 03 entradas, que eu vou te contar quais são as melhores e mais rápidas.

Daniel Ribeiro adicionou foto de Europa Foto 2

Passagem Richelieu (laranja): é um corredor grande, que vem da Rue de Rivoli até a pirâmide. É uma entrada normalmente de grupos, mas mesmo assim costuma ser mais vazia do que a entrada pela pirâmide. Está indicada em laranja no mapa.

Shopping Carrousel du Louvre (azul): são três entradas no Carrousel, que é um shopping subterrâneo, indicados no mapa em azul. Comprando o ingresso no shopping subterrâneo você também entra direto no museu, e costuma praticamente não ter fila. Essas entradas estão sempre abertas e costuma ter uma fila bem menor também.

Port des Lions (verde): que é uma passagem menor, onde você pode comprar sua entrada para o museu ali também, e é bem vazio. É uma ótima opção, costuma ser bem vazio, mas tem um porém: nem sempre ela está aberta. Vale a pena dar uma passada por essa entrada verificar se está aberta e funcionando. Se tiver, a fila será mínima, então é comprar ali mesmo e já entrar no museu.

Então fica aí essas dicas de entradas alternativas para o museu do Louvre.


"...quando você vê uma fila pra entrar em algum museu na Europa, normalmente não é simplesmente para entrar no museu, na maior parte das vezes é para também comprar a entrada."

E uma última dica é: quem tiver o Museum Pass, que é um passe de museu onde você compra e pode visitar vários museus com esse passe por um valor único, tem a vantagem de “furar” fila. Como você já está com a entrada em mãos você passa direto na frente de todo mundo e entra tranquilamente no museu. Lembrando que na maioria das vezes, quando você vê uma fila pra entrar em algum museu na Europa, normalmente não é simplesmente para entrar no museu, na maior parte das vezes é para também comprar a entrada. Então se você já tem a entrada em mãos, você pode passar na frente de todo mundo.

Compartilhe esse vídeo para que outras pessoas possam viajar mais e melhor.

Abraços,

 
Daniel Ribeiro
GoEuropa.com.br
 
>> Se você gostou dessa dica, eu tenho uma ainda melhor! Eu preparei um ebook, completamente gratuito, com ainda mais dicas para sua viagem para Europa. Para receber esse ebook gratuitamente é só clicar aqui.

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:


Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.