Como é fazer uma volta ao mundo ao lado do seu irmão


 Presidente Prudente, São Paulo  

- Dá um gole de água?

- Eu não, compra a sua.

- Como é que é?

- Compra a sua, oras.

- #$%$*!@!¨%$#$

- *&¨%%$#@%¨!*

Eu e meu irmão sempre fomos bastante próximos. Somos de Presidente Prudente, interior de São Paulo, e nossa pouca diferença de idade (apenas dois anos), sempre permitiu com que fizéssemos muita coisa juntos.

O Fred acabou indo para São Paulo estudar teatro e eu fiquei na minha cidade natal para cursar agronomia. Com isso, passamos a nos ver com menos frequência assim. E assim foi nesses últimos oito anos de nossas vidas, embora o teatro tenha nos aproximado um pouco.

Fred Mesquita adicionou foto de Presidente Prudente,São Paulo Foto 1

A verdade é que quando definimos nossa viagem de volta ao mundo, umas das principais dúvidas que pairavam sobre a nossa cabeça é de como seria a nossa relação. De oito anos nos vendo pouco passaríamos a três anos nos vendo todo dia, o dia inteiro.

Será que iria dar certo?

Essa é das típicas situações que só se tem uma resposta na prática. E, como estamos há mais de um mês na estrada, já podemos cravar uma afirmação. E, sim, ela é positiva.

Como assim ela é positiva? E a briga que vocês tiveram no início desse texto, poderá pensar o leitor deste blog Isso porque ainda nem contei que nos primeiros dias de viagem quebrávamos o pau toda hora. Qualquer coisinha era motivo para uma discussão acalorada, até um gole de água, como já vimos.

Hoje, se brigamos uma vez por dia, é muito. E a tendência é melhorar, conforme vamos nos conhecendo. E nossas brigas são daquelas passageiras. Apenas dois minutos depois de um duelo que mais parece UFC (fiquem tranquilos, não rolam agressões físicas, só verbais), já estamos tudo bem, como se nada tivesse acontecido.

A parte da manhã é propícia para embates. Estamos os dois com sono, sem raciocinar direito. Quando o Fred vem me acordar eu fico bravo. “Eu não quero acordar, vai você tomar banho primeiro”, ele responde que já é hora de levantar, e aí começam as tretas.

Tem vez que ninguém quer dar o braço a torcer sobre estar certo ou errado. Depois de um constrangedor silêncio, olhamos de canto de olho para o outro e caímos na gargalhada.

- Pede desculpa

- Só depois de você também pedir

- Desculpa

- Desculpa

E assim nos resolvemos e partimos para a próxima aventura. E por isso eu digo, sem sombra de dúvidas, que a experiência é positiva. É apenas uma briga natural da convivência. Mas é uma briga de irmãos parceiros. De irmãos que vão passar os próximos três anos juntos, se conhecendo, e aprendendo a lidar com o diferente.   

Fred Mesquita adicionou foto de Presidente Prudente,São Paulo Foto 2

Acompanhe essa aventura no meu perfil!

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:


Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.