Álcool, DR, e Pára o avião que eu quero descer!


 Madrid  

Oi galera! Resolvi escrever minha primeira história, de muitas, sobre perrengues. Uma dessas histórias aconteceu num vôo de mais ou menos 8-9 horas de madri para o RJ .

Todo mundo sabe que um bom vinho, um espumante e um drink super "COOL" é ótimo ,maravilhoso, gostoso e tudo de bom, mas poucas pessoas sabem o efeito "poderoso " do álcool nas "alturas" . Nas alturas tem pouco oxigênio,os organismos agem lentamente e o álcool fica mais tempo no organismo. E isso não é legal .

Depois de viajar de Portugal para Madrid para pegar meu vôo de volta pra casa (RIIIOOOO) eu, já cansada, observei uma linda familia feliz, eram 2 meninas o pai a mãe. Não sei pq eles me chamaram atenção, uma das meninas deve ter entre 6-7 anos e a outra não tinha mais de 2 anos de idade, acredito que me chamaram a atenção pois os pais estavam parados, sérios, feito duas estátuas, enquando uma das meninas brincava de colorir seu livro.  Obervei também que a mãe parecia mal ter tido tempo de se arrumar, parecia cansada , o pai bem arrrumado, parado a uma certa distância da mãe, ambos olhavam para o nada,looonge, como se de Madri pudessem enxergar o Cristo Redentor,rsrsrs.

Passei por eles para embarcar no avião, os ouvi falar em italiano,  um hálito forte com cheiro de vinho, pensei:" Aaaa na  Itália eles bebem vinho como se fosse água." E meu pensamento seguiu: " Mas vinho tem álcool, e não se pode entrar bêbado no avião, ou pode? Mas eles são pais de 2 crianças e não me parecem bêbados." Mal se fecharam as portas do avião e eu fui vencida pelo cansaço, afinal de contas eu havia dormido no aéroporto para pegar o võo das 6 da manhã.

Depois de horas dormindo ouço ao longe no meu sono alguém gritar...:" Miserável, filho da mãe, eu te odeio ....., sai daqui,sai daqui, "stupido! "" Quando eu finalmente abri os olhos , Literalmente havia um" barraco" armado dentro do avião, a familia "pacata" e "acostumada" com os efeitos do vinho estavam enfurecidos, literalemente. Lembro bem que voou lençol, e biscoito no marido , a bebê de 1 ano não parecia estar cansada de chorar, e então, estávamos, todos nós do vôo, envoltos em uma DR aérea, sem contar que o marido mal conseguia se manter de pé, e a mulher parecia não dizer coisa com coisa, xingava em Italiano, em português, andava com a criança pelo avião tentando acalma-lá e o pai nada falava,  a mãe dizia: " Minha filha está com fome, e esta cia aérea não tem comida nunhuma para ela, minha criança está com fome e esse homem não resolve nada .. La vostra merda !  La mia situazione Dio!  " .

As comissárias de bordo enlouquecidas, pedindo em Espanhol para a mulher se acalmar e a mulher gritava mais alto: "Seu miserável, não serve para nada, Peccato marido! " E então começaram os "shiiiu", "uhumm,uhumm" "Senhora calma, calma senhora" e a criança não parava de chorar,e ela disse: " Minha filha tá chorando muito? Então manda parar o avião que eu quero descer, vou lá falar com o comandante, pára esse avião, pára esse avião que eu vou descer "(estávamos sobrevoando o atlântico), eu só conseguia pensar :" não pára, não pára.

E o "capítulo" continuou, a mãe batendo no pai e o pai não conseguia andar até a cozinha para pedir algo para alimentar sua filha de 1 ano que chorava, berrava, esperniava, de fome, (há mais de 2 horas, com certeza). E então a mãe abriu o coração (parece cena de cinema gente) :" Volta para sua familia homem , volta para sua vida, volta para seus filhos, eu vou viver na minha cidade, vou voltar para o São Carlos ( ela batia no peito ), você não precisa nem sair do avião, meu pai vai me buscar com as minhas filhas. Miserávelllll ! Imprestável ! (E voava lençol, biscoito,copo..)  A essa altura da viagem outras pessoas já estavam dando de comer a menina, a mãe só chorava e o pai nem conseguia falar quem dirá andar.

A mãe continuou: "Eu quero poder sair , ser livre, vou pro São Carlos, lá é minha casa, meu lar, você volta pra Itália, pra sua familia, volta pra lá ....." 

Quando finalmente chegamos sãos e salvos ao RJ . Ambos voltaram a agir como se nada tivesse acontecido, ele ainda trocando as pernas, levou a bolsa das filhas e da mulher, saíram do avião, em silêncio, e certos de que tinham feito uma ótima viagem ! (SQN)

bj ! 

- - - -

Se você curtiu esse texto, ficaria extremamente feliz se pudesse dar um nele aí embaixo ou compartilhar com seus amigos!

COMENTÁRIOS:


Fique por dentro das novidades e melhores dicas:




Instagram


Viajantes também leram:

SUA VIAGEM COMEÇA AQUI

Dubbi é um novo espaço para pessoas incríveis que amam viajar possam interagir, se ajudar e compartilhar suas histórias e dicas de viagem.

Junte-se a nossa incrível comunidade de +35.000 de viajantes experts do Dubbi.